michel temer

Temer se entrega à polícia

O ex-presidente Michel Temer (MDB) se entregou hoje, por volta das 15h, à Polícia Federal de São Paulo.

O emedebista tinha até 17h para se apresentar espontaneamente, conforme despacho da juíza Carolina Figueiredo, da 7ª Vara Criminal do Rio de Janeiro.

Além de Temer, seu amigo coronel Lima também teve a prisão decretada. Ambos são investigados pela Operação Descontaminação, da lava jato.

LEIA TAMBÉM
Sindicato dos Metalúrgicos do ABC comemora aniversário de 60 anos com ato por Lula livre

A prisão de Temer e coronel Lima foi ordenada após o TRF2, do Rio, cassar habeas corpus nesta quarta (8).

O ex-ministro Moreira Franco, sogro do presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), manteve o habeas corpus e não teve a prisão decretada.

Temer recorre ao STJ

O ex-presidente recorreu ao Superior Tribunal de Justiça (STJ) para manter o habeas corpus. A ação terá como relator o ministro Antonio Saldanha, 6ª Turma. O magistrado tem perfil mais garantista, qual seja, ele é crítico ao punitivismo exagerado do judiciário.