O que é que Moreira Franco tem?

Compartilhe agora!

Quem tem padrinho não morre pagão, diz um ditado. O ex-ministro Moreira Franco que o diga, afirmam congressistas de oposição e situação.

Moreira Franco, sogro do presidente da Câmara Rodrigo Maia, foi o único da trinca palaciana que conseguiu manter o habeas corpus na 1ª Turma Especializada do TRF2 do Rio.

Na tarde desta quarta (8), o colegiado julgou o mérito e cassou os habeas corpus concedidos no dia 25 de março para o ex-presidente Michel Temer e João Baptista Lima Filho (coronel Lima).

LEIA TAMBÉM
Jandira Feghali: “Querem privatizar a Previdência Social”

As prisões foram determinadas dia 21 de março pelo juiz federal Marcelo Bretas, da 7ª Vara Federal Criminal, que julga os processos relacionados à lava jato no Rio de Janeiro.

Por que Moreira Franco manteve-se imune à Operação Descontaminação, depois da tensão de quatro dias [tempo que durou o primeiro decreto de prisão] que quase naufragou a reforma da previdência?

Ora, pois, a própria pergunta poderia responder à questão –murmuram parlamentares.

O genro do ex-ministro não curtiu a ideia do sogro preso. Na época, Maia atacou o presidente Jair Bolsonaro afirmando que ele brincava de presidir o País.

Ao responder se estava “abalado” pela prisão de Moreira, o presidente da Câmara disparou no dia 23 de março:

“Abalados estão os brasileiros que estão esperando desde 1º de janeiro que o governo comece a funcionar. São 12 milhões de desempregados, 15 milhões de brasileiros vivendo abaixo da linha da pobreza e o presidente brincando de presidir o Brasil.”

Depois desse entrevero, Moreira foi solto. Bolsonaro e Maia declaram publicamente que estavam “namorando” e a reforma da previdência começou a tramitar celeremente na Câmara.

Se Moreira Franco tivesse voltado à prisão com o ex-chefe Michel Temer a reforma da previdência continuaria de vento em popa?

O que é que Moreira Franco tem que Michel Temer não tem?

Após a votação da reforma da previdência a suposta blindagem continuaria?

O desfecho do ‘Caso Temer’ parece que não há como garantir imunidades absolutas porque se tratam de coisas autônomas.

Compartilhe agora!