“Escola sem Partido” começa a ser votada hoje no Paraná

Compartilhe agora!

O Projeto de Lei que institui a mordaça chamado “Escola Sem Partido” estará na pauta de votação da Assembleia Legislativa do Paraná terça-feira (28). O projeto é de autoria dos deputados Ricardo Arruda e Felipe Francischini, ambos do PSL.

A expectativa é que as discussões sejam extensas pois não há um consenso sobre a matéria. Segundo o presidente da Alep, deputado Ademar Traiano (PSDB), “vai gerar uma discussão muito ampla. Os parlamentares estão divididos em relação ao tema. Mas não vou mais adiar o processo de votação, já que ele passou por todas as comissões”, relatou.

LEIA TAMBÉM: UFPR irá recolocar faixa em defesa da educação vandalizada por bolsonaristas

Quando a proposta for analisada em segundo turno de votação, ela deverá receber emendas de plenário, o que fará com que a matéria retorne à Comissão de Constituição e Justiça (CCJ). Ou seja, a votação da matéria não deve ser concluída hoje.

Os deputados contrários à censura nas escolar defendem que a proposta é inconstitucional, assim como a Ordem dos Advogados do Brasil – seção Paraná (OAB-PR), e o Ministério Público, como lembrou o deputado Professor Lemos (PT).

“Já tem decisão do Supremo suspendendo a única lei aprovada em estado, porque entende que é inconstitucional”, disse Lemos alertando que, caso não consigam derrubar a proposta em plenário irão recorrer ao Poder Judiciário.

Com informações da Alep.

#EscolaSemMordaça

Compartilhe agora!