Folha recorre a Lewandowski para derrubar censura à entrevista de Lula

A Folha não se deu por vencida pela bolsonarização do ministro Luiz Fux, do Supremo, por isso recorreu hoje (30) a Ricardo Lewandowski contra a censura prévia à entrevista de Lula.

Fux suspendeu na sexta a autorização para a jornalista Mônica Bergamo entrevistar o ex-presidente na Polícia Federal de Curitiba. O petista é mantido preso político há seis meses.

O jornalão afirma que a decisão de Fux, que o censurou, é manifestadamente ilegal por ser uma censura prévia vedada pela Constituição Federal de 1988.

Segundo a defesa da Folha, o Partido Novo induziu o STF ao erro ao pedir suspensão de liminar que nunca existiu.

Comentários encerrados.