Beto Richa afirma que continua candidato ao Senado

O ex-governador Beto Richa (PSDB), após deixar a prisão, recuou da ideia de desistir da disputa pelo Senado.

LEIA TAMBÉM
Beto Richa pode ter desistido de concorrer ao Senado

“Vou retomar minha campanha e nós podemos voltar a falar em outro momento. Vou dizer aqui com muita clareza: entrei nesse regimento como homem honrado e saio daqui como homem honrado”, disse o tucano.

O senador Roberto Requião (MDB-PR) comentou a soltura e a volta de Richa para terreno eleitoral: “Ele foi preso como homem errado e como homem errado saiu. Homem erradíssimo! O que não me faz concordar com prisão na véspera de eleição. Mas está quebrado o sigilo, vamos tomar conhecimento das informações”, filosofou.

LEIA TAMBÉM
Presunção de inocência valeu para Beto Richa, mas não vale para Lula

Richa, familiares e ex-secretários do governo do Paraná foram presos na terça (11) sob a acusação de recebimento de propina. Eles foram soltos na noite desta sexta (14) graças a um habeas corpus concedido pelo ministro do STF Gilmar Mendes.

“Entende-se, como regra, que fatos antigos não autorizam qualquer espécie de prisão provisória, seja ela temporária ou preventiva, sob pena de desvirtuamento de sua finalidade e esvaziamento da garantia fundamental da presunção de inocência”, decidiu Mendes ao conceder habeas corpus para o tucano.

Comentários encerrados.