Tem medo, mas não tem vergonha

Compartilhe agora!

O governador Beto Richa (PSDB) mandou um pelotão inteiro da PM para acompanhar reunião entre dirigentes da APP-Sindicato e a Secretaria de Educação.

O tucano ficou com medo de os educadores ocupassem novamente a SEED, como no final de 2016, por isso a operação de guerra e o exagero na quantidade de policiais em frente ao prédio.

Razões não faltam para que o magistério radicalize, pois, a “penúltima” de Beto Richa foi aumentar a jornada de trabalho para pedagogos e readaptados, que geralmente são aqueles profissionais incapacitados pela falta de saúde.

A professora aposentada Dona Siroba, experiente, cravou essa: “[Beto Richa] tem medo, mas não tem vergonha [na cara!]”.

APP debateu com governo jornada de pedagogos e professores readaptados:

“A APP questionou a Seed quanto à revogação da Instrução Normativa 02/2011, que considera o princípio constitucional de isonomia e garante o cumprimento da hora-aula para professores(as) pedagogos(as) e professores(as) readaptados(as).

A Seed confirmou que a Instrução está sendo revogada. A APP-Sindicato é totalmente contra essa medida – que fere, inclusive, mais um conjunto de leis estaduais e federal – e solicitou a manutenção da hora-aula para os(as) pedagogos(as) e tomará as medidas cabíveis. Uma mobilização acontecerá nesta quinta-feira, a partir das 8h, no Seminário Pedagógico do Núcleo Regional de Educação de Curitiba. A atividade será para pedagogos(as) da capital.

A direção do sindicato entregará aos(às) participantes e integrantes do governo um manifesto em defesa da jornada destes(as) profissionais. O evento será no Canal da Música, na Rua Júlio Perneta, 695, bairro Mercês, em Curitiba.”

Compartilhe agora!

Comments are closed.