Prefeito Gustavo Fruet também “afrouxou a tanga” para a máfia do ICI

Prefeitura de Curitiba decide permanecer “refém” de máfias de antanho; relações promíscuas entre a administração Gustavo Fruet (PDT), ICI e máfia do transporte, fatalmente, serão o recheio nos debates eleitorais de 2016; além de aportes de recursos públicos para esses dois setores com cacoetes de máfia, tem a pior parte nessa diabólica trama: vem aí mais um reajuste para os usuários dos ônibus.

Prefeitura de Curitiba decide permanecer “refém” de máfias de antanho; relações promíscuas entre a administração Gustavo Fruet (PDT), ICI e máfia do transporte, fatalmente, serão o recheio nos debates eleitorais de 2016; além de aportes de recursos públicos para esses dois setores com cacoetes de máfia, tem a pior parte nessa diabólica trama: vem aí mais um reajuste para os usuários dos ônibus.

O prefeito de Curitiba, Gustavo Fruet (PDT), esperou o início das festas de fim de ano para renovar o milionário – e não menos polêmico – contrato com o Instituto Curitiba de Informática (ICI), organização social responsável pela manutenção de diversos serviços de tecnologia de informação e comunicação da administração municipal.

Na campanha de 2012, quando ainda era candidato, Fruet propunha abrir a caixa preta do ICI. Agora, no entanto, mudou de ideia ao renovar o contrato com órgão privado pela bagatela de R$ 8,5 milhões.

Portanto, a Prefeitura de Curitiba continua refém da “máfia da informática”, ou seja, os curitibanos dependem e confiam seus dados pessoais a um grupo que sistematicamente faz chantagens ao poder público municipal.

Não foi só do ICI que a gestão Gustavo Fruet renovou laços de amizade.

A máfia do transporte coletivo também vai bem, obrigado. Segundo a Paraná Pesquisas, é a área pior avaliada com 65% de reprovação.

Nos últimos dois meses, a Prefeitura de Curitiba realizou dois aportes financeiros via Urbs – órgão que gerencia o sistema de transporte na capital – para as empresas concessionárias pagarem férias e 13º salário de motoristas e cobradores sob pena delas realizarem “locaute”.

O primeiro adiantamento da Urbs para a máfia dos ônibus foi de R$ 5 milhões e, na surdinha, houve outra transferência de R$ 8 milhões triangulada pela Câmara Municipal de Curitiba, que devolveu orçamento “carimbado” para “socorrer” essas  concessionárias.

O diabo é que esse dinheiro da Urbs, portanto público, que irrigou o caixa das empresas do transporte coletivo fez falta para os 1,5 mil trabalhadores na própria Urbs. Na véspera de Natal, em ato de desespero, eles chegaram a bloquear o tráfego de ônibus que saiam de Curitiba para o interior.

E o pior de tudo isso: vem aí, no período do Carnaval, mais um reajuste na tarifa do ônibus.

Essas relações promíscuas entre a administração Gustavo Fruet, ICI e máfia do transporte, fatalmente, serão o recheio nos debates eleitorais de 2016.

8 Comentários

Os comentários não representam a opinião do Blog do Esmael; a responsabilidade é do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

  1. I just want to tell you that I am all new to blogging and certainly enjoyed your website. More than likely I’m want to bookmark your site . You definitely have terrific well written articles. Many thanks for revealing your web page.

  2. VEJAM ESTA GALDINO SABE MAIS QUE FRUET:

    Do blog do Tupan

    Impossível entender o que acontece nos corredores do Palácio 29 de Março. Nos últimos anos o prefeito Gustavo Fruet (PDT) travou uma verdadeira queda de braço contra o Instituto Curitiba de Informática (ICI). No dia 22 foi assinado um novo contrato até 2016. Neste ano a atual administração aprovou projeto de lei permitindo a contratação de outra empresa de Santa Catarina. Na época, o vereador Professor Galdino (PSDB) alertou que o ICI iria continuar dando as cartas na capital paranaense porque a escolhida não tinha condições para atender uma cidade com tantas demandas. Pelo jeito Galdino acertou na mosca.

  3. Saiu meses atrás uma matéria dizendo que este prefeitinho não sabia o que estava pagando para o ICI,um absurdo!!!

    Prefeito muito fraco este Fruet,não se reelege pela graças da Deus

  4. O bom prefeito Maurício Fruet, também é outro, que lá
    no além do aquém, deve estar se perguntando:
    “Meu Deus, onde foi que eu errei”?

  5. E o povo…kkkkkkkkkkkkk
    O povo que se dane!!!
    Paranaenses e em especial, os curitibanos, estão sentindo na carne, ou melhor, nos bolsos e bolsas, as consequências de suas más escolhas nas urnas. Em Curitiba, a situação do eleitor é mais incomodativa que nos demais municípios do Estado, pois, toda vez que passar pelo Centro Cívico, ao olhar para um lado, o cidadão amargará o arrependimento de haver contribuído para reconduzir ao Palácio Iguaçu o famigerado governador… Beto Richa; e do outro, haver acreditado e confiado seu voto ao Gustavo Fruet, prefeito mais boca mole incompetente que se viu por aqui!!

  6. Essa é a mudança segura em que os curitibanos acreditaram e sifu….nem mudança, muito menos segura, foi um golpe, uma mesmice sem tamanho – so nos resta gritar em alto e bom som para todos ouvirem e verem #FORAFRUET!

  7. Infelizmente a mobilidade urbana não tem sido levada a sério. Isso não só em Curitiba, mas na maioria das cidades do Paraná.

  8. O fruet quer se reeleger a tudo custo e para isso está fazendo tudo que as máfias do transporte coletivo do ici e outras máfias querem , curitiba nunca teve um prefeito tão ligado com essas máfias como o fruet. graças ao fruet a cpi do transporte coletivo foi sabotada e anulada para isentar os empresários do busão.