Por Esmael Morais

Prefeito fica ‘peladão’ em protesto contra ‘pacote de maldades’ de Richa

Publicado em 19/09/2015

O prefeito Roger Selski (PR), presidente da Associação de Municípios dos Campos Gerais (AMCG), ficou pedalão protesto contra o "pacote de maldades 3" do governador Beto Richa (PSDB); Assembleia Legislativa deverá votar medida que corta R$ 400 milhões dos municípios paranaenses.

O prefeito Roger Selski (PR), presidente da Associação de Municípios dos Campos Gerais (AMCG), ficou pedalão protesto contra o “pacote de maldades 3” do governador Beto Richa (PSDB); Assembleia Legislativa deverá votar medida que corta R$ 400 milhões dos municípios paranaenses.

O prefeito de Ipiranga, Roger Selski (PR), presidente da Associação de Municípios dos Campos Gerais (AMCG), radicalizou no protesto contra o “pacote de maldades 3” do governador Beto Richa (PSDB), que corta R$ 400 milhões das prefeituras paranaenses.

O gajo tirou a roupa, ficou pedalão, como veio ao mundo, para denunciar mais essa sacanagem contra os municípios que tramita na Assembleia Legislativa.

Na segunda-feira (21), a Associação dos Municípios do Paraná (AMP) se reúne em Curitiba para debater o terceiro pacote de maldades do governador tucano.

Pela proposta de Richa, 2% das alíquotas do ICMS sobre combustíveis, por exemplo, seriam retirados das prefeituras e poder judiciário repassados a um fundo de combate à pobreza, isto é, para o Caixa Único (CU) do governo do estado ao invés de serem repassados a outros poderes.