Por Esmael Morais

Coluna do Enio Verri: Arrecadação cresce, mas Richa corta repasses para saúde e educação

Publicado em 11/08/2015

Os relatórios fiscais do primeiro semestre indicam que houve retração de 3,09% na destinação de recursos para a saúde em relação ao mesmo período de 2014. Em números absolutos, o governo deixou de aplicar R$ 232 milhões na área. A redução de dinheiro para a saúde reflete no fechamento de leitos e na falta de equipamentos, medicamentos e materiais de enfermagem em hospitais, pronto-atendimentos e postos de saúde.

Na educação, a queda de recursos em relação ao primeiro semestre de 2014 foi de 2%. Com isso, o governo deixou de repassar R$ 424 milhões para a manutenção de escolas, prejudicando diretamente milhares de estudantes em todo o Paraná.

A subtração de recursos para áreas essenciais como saúde e educação, no momento em que o governo registra crescimento superior ao estimado na arrecadação, reflete o enorme descaso do governo tucano com os verdadeiros interesses da população paranaense.

*Enio Verri é deputado federal, presidente do PT do Paraná e professor licenciado do departamento de Economia da Universidade Estadual do Paraná. Escreve nas terças sobre poder e socialismo.