Rasca, aliado de Requião, assume presidência do PV de Curitiba

Rasca Rodrigues assume o PV com o desafio de organizá-lo para a batalha eleitoral de 2016; parlamentar verde é aliado in pectore do PMDB, que deverá lançar à  Prefeitura de Curitiba o deputado Requião Filho.

Rasca Rodrigues assume o PV com o desafio de organizá-lo para a batalha eleitoral de 2016; parlamentar verde é aliado in pectore do PMDB, que deverá lançar à  Prefeitura de Curitiba o deputado Requião Filho.

O deputado estadual Rasca Rodrigues assumiu ontem (10) a presidência do Partido Verde (PV) de Curitiba. O parlamentar verde é aliado político do senador Roberto Requião (PMDB), de quem foi secretário do Meio Ambiente.

Sob nova direção, o PV tende a se aproximar da candidatura do também deputado estadual Requião Filho (PMDB) à  Prefeitura de Curitiba.

Segundo levantamento da Paraná Pesquisas, o peemedebista lidera a corrida eleitoral na espontânea com 16,2%; Fruet fica em segundo lugar com 15,7% embolado com Francischini (14,6%) e Ducci (13,3%).

“Assumo com o intuito de intensificar a participação do partido na vida política de Curitiba, com protagonismo e enfrentando os desafios que a cidade carece de respostas”, afirmou Rasca, que exerce seu segundo mandato como deputado estadual.

8 Comentários

Os comentários não representam a opinião do Blog do Esmael; a responsabilidade é do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

  1. Deputado Penna, Sarney Filho… pena que a nível
    nacional, tem cocô misturado nesse strogonoff.
    Em 2006 Penna chegou a sugerir Sarney fº, pelo PV,
    para ser candidato à presidência da república.
    Se o filho seguir os rastros do pai…
    Sarney Fº no PV, atesta que o programa e a ideologia
    do partido são apenas para “consumo externo”, ou
    dizendo de outra forma: “Para inglês ver”.
    Requião que veja bem os “cumpanhêro” que arruma, e
    principalmente, sair fora dessas coalizões, a nível
    nacional, entre partidos.

  2. O sujeito se elegeu nas costas do Requião e depois virou o cocho…agora tenta se aproximar do povão…de verde esses caras não tem nada, (estão desmatando e queimando tudo por aí, e fazem nada)…estão pensando no seu…não da para confiar nesse malandro…

  3. tchau tchau fruta. graças ao pv que o fruet foi pro segundo turno e ganhou a eleição.

  4. Rasca,por favor a primeira providência a tomar no Paraná e especificamente e Dois Vizinhos,é expulsar o vereador Pinóquio das fileiras do PV que é um partido serio e não comunga com as falcatruas e cagadas que esse vereador faz,e mais e defensor dos mais coruptos componentes do PSDB nacional,estadual e municipal.

  5. Senhores se sair a CHA REQUIÃO FILHO E TADEU VENERI VICE NÃO TEM PRA NINGUÉM !!
    Esquece o resto e partam pra luta que Curitiba precisa de gente de respeito e trabalhadora, não fruet nem ratinhus nem batman etc,
    Fiz uma enquete com amigos esclarecidos, a classe média e trabalhadora vai sim nesta chapa , com a ressalva que o Tadeu tenha que sair do Pt que nunca mais ganha eleições no Brasil.

  6. Ratinho ui que nojo, quase que a totalidade dos que indicaram a ratazaninha desconhecem que o próprio é capachinho do beto, quando se clarear esse fato, se desmonta a candidatura !

    • Professora, pense… Há um indicativo de mudança irrevogável!
      Ricardo Gomyde do PC do B fará uma votação bestial… será o novo prefeito de CWB, para isto basta alguns bons cabos eleitorais, Christiane Yared, Chik Jeitoso, e se o PMDB quiser a vice com o Júnior Mamona, não tem prá ninguém…
      pro Mickey mouse Júnior , tucanos e PT vai para a ruína em 2015… nos vemos no inferno.

      Gomyde fique longe do Beto senão tu te queima piá…

      • Ô 666, com votação bestial?
        Ah… entendi!
        Serão as mesmas 1/2 dúzia de 4 ou 5 bestas que
        votarão no Gomyde “dinovo”.
        Se o Gomyde emplacar a FPF, já terá atingido o
        ápice da sua carreira.
        Na verdade ele quer a presidência da FPF, só
        pela visibilidade que o cargo lhe dá, e depois
        tentar uma vaga como vereador.
        Prefeito é delírio.