‘Privatizador’ das telefônicas na era FHC será secretário da Educação no Paraná

richa_xavier.jpgO governador Beto Richa (PSDB) deverá anunciou na tarde desta sexta-feira (19) o engenheiro Fernando Xavier Ferreira para a Secretaria de Estado da Educação (SEED).

O futuro secretário é membro do conselho de administração do Grupo Positivo, que tem forte interesse na área da educação.

Fernando Xavier foi presidente da Telefônica, que incorporou a antiga Telesp e Telepar, com a privatização do sistema Telebrás no governo Fernando Henrique Cardoso. A Telefônica utiliza hoje a marca Vivo.

Além disso tudo, no currículo de Xavier tem sua participação no conselho de administração da Triunfo — que controla várias praças de pedágio nas rodovias do Paraná e no Brasil.

O futuro secretário entende tudo de Educação! (Ironia, é claro). Tem um perfil ‘privatizador’, o que é ruim para professores, pedagogos e alunos. Ou seja, 2015 será um ano muito mais difícil para os educadores paranaenses.

E teve quem acreditasse que o “melhor estava por vir…”, como prometeu Richa.

58 Comentários

Os comentários não representam a opinião do Blog do Esmael; a responsabilidade é do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

  1. Que bom!
    Afinal, boa parte dos que são contra estão lendo esse blog a partir de Iphones / Androids que só se tornaram acessíveis à população em geral após a privatização.
    Os que estão acessando de um computador, também usam internet banda larga / 3G/4G que surgiram depois da privatização com a abertura do mercado.
    Se essa evolução se operar na Educação, em breve o povo terá consciência suficiente para aprender a votar.

  2. Quanto tempo de sala de aula ele já regeu

  3. Quando se tira a obrigação principal do poder publico e se transfere para cartéis ai é crime não a privataria tucana na educação ,vamos nos tornar escravos assim como somos do pedágio mais caro do mundo.

  4. Olha o lobista fazendo lobotomia nos trouxas Paranaenses que acreditam em tucanos defender a privatização da educação básica é ridículo e criminoso quem corrompe é a iniciativa privada os entes públicos sai fora lobista do positivo vai a merda mentir pra outros otários. Ufa

  5. E professorada coxinha que pensa que é elite vai adorar mais uma falácia tucanalha e vão concordar e vão se fd e ajudar a abaixar o ideb mais ainda Paraná em maus lençóis e nada do metrô de Curitiba sai máfia lernotucana

  6. Olha o lobista fazendo lobotomia nos trouxas Paranaenses que acreditam em tucanos defender a privatização da educação básica é ridículo e criminoso quem corrompe é a iniciativa privada os entes públicos sai fora lobista do positivo vai a merda mentir pra outros otários.

  7. Essa ideia babaquara de que o país tem riquezas guardadas de forma segura pelo estado tem mantido milhões de bobocas acreditando que o PTróleo é nosso e aceitando as corrupções, os desmandos, o aparelhamento, o produto final sempre mais caro e de pior qualidade para o consumidor.
    TEM QUE PRIVATIZAR A EDUCAÇÃO SIM!!!!

  8. O grande problema da nossa educação são os péssimos professores do SEED PR, como são concursados e possuem estabilidades não podem ser mandados embora e ai deitam e rolam, com a privatização esta mamata acaba, se não produzir é RUUUUUUUUUUUUAAAAAAAAAAAAAA!!!!

    • Gerson, você deve ser uma besta por falar tanta asneira, na seed tem muitos professores que são mestres e doutores, com uma qualificação muita acima do ensino privado superior, que se transformou numa maneira de vender diplomas com uma baixa qualidade de ensino.

  9. Motivos para ser a favor da privatização:
    1- Melhora nos serviços
    Felizmente a realidade por si só já advoga a favor das privatizações. Experimente andar numa estrada controlada pela iniciativa privada e numa controlada pelo governo. Verifique a eficiência das empresas públicas e a das privadas.

    O que podemos concluir é que as empresas privadas, por estar a todo momento sob risco e contra uma feroz concorrência, são obrigadas a buscar saídas e soluções para gerar dinamismo e optimizar suas funções ““ diferente das empresas públicas.

    2- Corrupção
    Diferente de uma empresa pública, os funcionários de uma empresa privada sabem muito bem quem é o dono da empresa e para quem trabalham. Os desvios de recursos nas empresas privadas são bem inferiores ao das empresas públicas, pois, diferente das empresas públicas, as empresas privadas não se capitalizam com apenas dinheiro público. Logo, com as privatizações a corrupção nas empresas será reduzida. Prova disso é que pagar a mensalidade de um aluno no serviço particular geralmente é mais barato do que sustentar o mesmo aluno no ensino público.

    3- Cabide de emprego
    Todos sabemos que as estatais servem apenas de cabide de empregos para que políticos indiquem pessoas desqualificadas para cargos altamente gabaritados. Até a Dilma foi indicada para um cargo na Petrobrás com salário de 100 mil reais.

    Logo, as estatais abrigam muito mais funcionários do que deveriam para, às custas do nossos impostos, empregar apadrinhados do partido do poder, que irão desviar recursos das empresas públicas para seus partidos, que assim se perpetuarão no poder.

    4- Crescimento

    Numa empresa privada, os funcionários são promovidos através do mérito e esforço. Logo, o profissional evolui ou regride na sua carreira de acordo com seu desempenho. Numa empresa pública, é muito difícil demitir um funcionário improdutivo e há como evoluir na carreira através de um generoso plano de carreira ou de um apadrinhamento político.

    Situações com essa desvalorizam o profissional que quer trabalhar e premiam os canalhas, pois no serviço público a diferenciação entre a remuneração é inferior a do serviço privado.

    Logo, um ótimo professor do ensino público acaba ficando desmotivado com as péssimas condições de trabalho e de remuneração, acabando oferecendo um serviço pior do que o oferece no serviço privado.

    5- Concorrência
    Vejamos o exemplo da Vale. Não havia dinheiro para os investimentos necessários para a empresa crescer e se manter competitiva. Os balanços da empresa estavam sempre no vermelho. Depois de privatizada, a Vale cresceu, emprega mais brasileiros e paga muito mais impostos do que antes.

    Antes das privatizações, só ricos podiam contar com uma linha telefônica. As privatizações aumentaram a concorrência e entre as companias, que passaram a oferecer um serviço cada vez mais acessível ao cidadão comum. Por pior que seja o serviço de algumas operadoras, certamente é melhor e mais barato aos nossos bolsos do que seria se elas fossem estatizadas.

    6- Privilégios
    Enquanto que a maioria esmagadora dos brasileiros que pagam impostos trabalham na iniciativa privada, não contando com nenhum privilégio, muitos trabalhadores da estatais têm estabilidade em seus cargos. Como pode o cidadão acabar sustentando via imposto o BNDES para que esse financie empresas onde os trabalhadores contam com privilégios?

    7- Inchaço
    Ao privatizar estatais, o Estado passa a contar com os recursos da compra e assim poder focar mais nas suas funções essenciais, as quais a iniciativa privada não pode atuar: defesa do país, segurança, saúde, infraestrutura, educação, etc. O Estado deve fazer menos e fazer melhor. De nada adianta o Estado atuar em todas as áreas se ele atua de forma ineficiente com o dinheiro do contribuinte.

    8- Risco
    A forte atuação do governo em empresas estatais acaba fazendo com essas empresas percam valor no mercado, como é o caso da Petrobrás.

    O investidor internacional fica receoso de investir numa empresa onde o objetivo não é só lucrar, mas também regular inflação e apadrinhar pessoas nos altos cargos. Como resultado disso, todo o país perde, pois o Brasil investe seus investimentos de longo prazo comprando ações da Petrobrás. Logo, a má gestão do governo acaba afetando até o brasileiro comum, que não investe na bolsa.

    9- Prejuízo

    Nas empresas privadas, quando uma fraude acontece, quem sai prejudicado é o acionista. Nas empresas públicas é o contribuinte, ou seja, todos os cidadãos. Quem manda nas empresas privadas são os acionistas controladores. Nas empresas púbicas os funcionários mandam e desmandam através das corporações.

    10-Contratação

    Nas empresas privadas a área de recrutamento de pessoal existe para contratar os melhores para o desempenho das atividades sempre muito competitivas. Nas públicas a contratação é feita: 1- concurso (que só identifica a inteligência, mas não a produtividade); 2- por definição política (onde a técnica é desconsiderada); e, 3- por indicação de pessoas ligadas ao governo, para ocuparem os perigosos CCs;

    11-Descontinuidade devido às eleições

    As empresas privadas podem escolher o caminho da Governança Corporativa. As empresas públicas só podem esperar o resultado das eleições para que seja definido como será feita a administração das mesmas mais adiante;

    12-Demora

    As fraudes apuradas nas empresas privadas são, geralmente, de curta duração. As decisões do dono ou controlador tratam de minimizar as conseqüências ruins e novos controles tratam de prever melhor as crises. Já nas empresas públicas tudo é demorado e dificilmente empregado é demitido. O representante dos donos (cidadãos-contribuintes) jamais toma decisões drásticas;

    13- Publicidade
    A publicidade dos produtos da empresas privadas é, geralmente, medida pelo retorno das vendas e da institucionalização da imagem. No caso da publicidade das empresas públicas a decisão só tem como objetivo ajudar os amigos e aduladores;

    14-Burocracia
    As empresas privadas, como se sabe, não fazem licitações. Fazem negociações. Já as empresas públicas, além de serem obrigadas a licitar tudo, acabam por oportunizar fraudes por parte de quem quer vencer as licitações. Isto sem falar na demora que a burocracia impõe para as compras.

    • Muito bom seu comentário, acredito que vai dar certo o novo secretário. Tudo que é novo, assusta, mas diversifica.

    • Você vota no cara errado, por isso não funciona e, está errado de novo, o que mantém uma empresa pública é o lucro que ela mesma gera. Aliás, para seu conhecimento, a cada empresa vendida pelo FHC, era criado mais um imposto para compensar a evasão dos lucros dessas mesmas empresas. Tira o lucro da Copel, da Sanepar, pra ver onde que os tais políticos vão buscar dinheiro pra pagar funcionário. Na era perdida, de FHC, os impostos foram de 25% do PIB para 39% do PIB. Repense seus conceitos. Agora, se nada disso te “comover”, você tem a opção de colocar os filhos em colégios pagos, pagar plano de saúde, transporte particular, fique a vontade.

    • Muito bem explicado, por isso sou totalmente favorável às privatizações, se a Petrobras fosse privatizada, não teríamos que estar vendo essa corrupção desenfreada.

  10. Estão desde já pagando propina vão bancar as eleições dos amigos vão fazer cartel,assim como faz o pedágio todo mundo sabe das rediás do privado em cima do Público sem contar que o ensino privado dirá não as ciências Humanas a mando da tucanada velha cheia de teia de aranha no cérebro,a telefonia no Brasil é uma merda .ká ká

  11. Estão desde já pagando propina vão bancar as eleições dos amigos vão fazer cartel,assim como faz o pedágio todo mundo sabe das rediás do privado em cima do Público sem contar que o ensino privado dirá não as ciências Humanas a mando da tucanada velha cheia de teia de aranha no cérebro,a telefonia no Brasil é uma merda .

  12. Parabéns ao Governador pela escolha do Secretário de Educação.Espero que ele trate as escolas como empresa,pois do jeito que está não dá.É muita balela destes professores que só exigem ,e não trabalham.Porque é órgão público faltam e não é descontado,fazem greve toda hora.Agora quero ver faltou ,desconto como todo o trabalhador.Muito bom ter um empresário no Comando.Estão com medo é?

    • Como você pode afirmar uma asneira dessa, nos últimos anos foi feita somente uma greve, enquanto tivermos jogadores ganhando mais de 1 milhão por mês e professores em início de carreira ganhando 2400 reais por 40horas,teremos esse país do jeito que está. Quanto ao trabalho assenhora está desinformada, salas com mais de 40 alunos e várias turmas para atender para completar a jornada, sem contar que o plano de carreira, boa parte dos professores estão com atraso nas promoções e progressões. Realmente uma pessoa que não conhece a realidade escolar falando besteira.

  13. Sou Professor concursado do Estado e Diretor de Colégio, em Curitiba. Quero desejar, ao Futuro Secretário de Estado da Educação, muito sucesso nesta que é a maior Secretaria de Governo; pois, ela está presente, através de Escolas e Colégios, em todos os Municípios deste grandioso Estado e atinge todas as famílias paranaenses. Para muitos, o novo assusta!!! Para mim, o novo é a possibilidade de mudança,de transformação, de inovação, de criatividade de avanço!!!
    Secretário Fernando Xavier Ferreira:
    FELIZ NATAL E UM EXCELENTE ANO NOVO, NA SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO DO PARANÁ!!!
    Juntos faremos a melhor Educação do Brasil!!!

  14. Tudo que é privatizado se livra do roubo dos políticos de plantão e de funcionários preguiçosos que ganham sempre muito acima do mercado. VIVA A PRIVATIZACAO !

    • EI ZÉ LELÉ, VOCÊ REALMENTE É LELÉ DA CABEÇA.
      A CORRUPÇÃO ESTÁ NECESSARIAMENTE NO ELO PÚBLICO-PRIVADO, E NÃO NO PÚBLICO OU NO PRIVADO.

    • Então vamos fazer o seguinte Zé Lelé, vamos mudar a constituição e de agora em diante, não elegeremos mais políticos, vamos “contratar” gerente e pagar-lhes salários, estipulamos as metas que queremos e poderemos mandar embora a hora que quiser, tudo bem? É uma.

  15. Um aluno de um colégio publico custa ao estado 3000,00 mensais, já um aluno de um colégio particular custa em média 500,00, ai eu pergunto, onde tem estado presta?

    • Aloísio, quem fez este cálculo para você? Talvez seja por isto que um “empresário” como o seu Xavier vira secretário da Educação!!!

    • Concordo. Pensando bem o ideal pra UEL e UEM seria fechá-las e vender os imóveis. Pois o que falta pra melhorar as Universidades privadas é concorrência. Se tiver que pagar ensino superior pra alguém que seja através de bolsa em universidade privada. Não estamos mais no tempo em que não haviam Faculdades em Londrina e Maringá. O mundo é outro. Isso é igual a achar que tem que ter mercado municipal pra prover abastecimento. Coisas de 1500… Universidade Pública tem problema de caixa e qualidade em qualquer lugar do mundo. Exemplo: Universidade da California em LA e Berkeley, apenas metade dos alunos que entram se formam, pois não estão nem aí, por ser praticamente de graça. Os custos por aluno são similares ao de Stanford, mas a qualidade não chega aos pés. A diferença é que Stanford é totalmente privada.

  16. a iniciativa privada faz mais rapido e mais barato…sobre a telefonia digo que se nao fosse a privativaçao nao teriamos mais celulares do que habitantes no brasil….seja bem vindo secretario…a mercia e grande e faltam operarios….outra…na iniciativa privada quem rouba vai pra cadeis mesmo……

    • Um comentário inteligente e sábio, me lembrou os comentários do Parreiras Rodrigues, sempre com muita sabedoria.

    • Eu, o PÉ VERMELHO CWB venho dizer a este energúmeno e analfabeto tucano CLAUDIO que o correto é MESSE e não mercia.
      Messe pode ser utilizado como um “termo religioso” dedicado a resgatar almas viventes, restituir pessoas perdidas que andam no caminho errado, como os tucanalhas.
      Também é utilizado para terreno dedicado ao cultivo e que se encontra em boas condições para a colheita; seara finalizada para a colheita.O que está pronto para ser colhido; colheita, safra.
      Acho que o rola-bostas aí estudou no Positivo ou noutra escolinha privada.

    • Cláudio, não deu certo porque pessoas como esse gordinho aí, o eng. fernando, atrapalhava em muito a telepar a funcionar perfeitamente e, para seu conhecimento, a TIM surgiu dentro da Telepar. Trabalhei 14 anos com esses pulhas. Outro que travo tudo foi o seu senador frutinha, o alvaro dias. Pensa nuns caras vagabundos que deveriam estar presos. Pra se ter uma idéia da propalada revolução das teles, até hoje o cabo que passa na frente de casa não atende mais que 2 mega de velocidade, e eu moro no centro. Os caras simplesmente pegaram o que já tinhamos, não botaram um tusta sequer, aproveitaram as centrais que aí estavam e subiram as tarifas. Mais nada. Então, essa idéia de que ficaríamos travados é falácia e balela. Não ia pra frente porque esses vagabundos aí não deixavam e, não deixavam exatamente pra você ficar com raiva e apoiar a privataria tucana. Veja que exemplo aqui, isso ninguém divulga, não tem interesse:

      http://jornalggn.com.br/noticia/a-polemica-da-perda-de-relevancia-do-pt

  17. Agora, os conteúdos das disciplinas vistas em sala (as que sobraram!) pelos alunos, vão estar nos tablets sem memória do Positivo…
    E os professores, pobres coitados, serão transformados em tutores em EaD’s de mentirinha, com alunos sendo formados de mentirinha, com escolas de mentirinha, com administrações públicas de mentirinha, salários de mentirinha (não paga os direitos dos professores e funcionários!!!) e planos para a educação paranaense de mentirinha!!!
    De verdade, temos: escolas e turmas sendo fechadas, professores e funcionários mal pagos, salários atrasados sim, pois se o governo não paga os direitos dos trabalhadores em educação, então atrasa sim os salários!
    Este empresário neoliberal é o que merecemos, pois quando vimos o bolo crescendo, não nos mexemos, e deixamos o mal prevalecer!
    E alguns colegas ainda votaram nesta quadrilha!!!
    Como um estado que bateu recorde de arrecadação neste ano, tem que parcelar as férias dos funcionários????
    Quem sabe se o “senhor Telefónica” nos responde…
    Em tempo: esse cara é professor do que???…

  18. Meus Deus, o futuro secretário da Educação será um empresário do setor, coitado dos pais e alunos das escolas públicas, acabou-se a esperança de diminuir a distância entre a escola Pública e a Particular, se preparem pais, para pagar um bom cursinho para o seu filho fazer uma faculdade de qualidade…e a resposta do Governador aos professores que estão lutando por melhores condições de trabalho, eu como eleitor do Beto estou triste…

    • Caro Mário compare uma escola publica e uma privada na sua cidade e veja a diferença, o ensino publico está um caos pois é publico, o ensino privado é o melhor disparado e está visão que será implantada pelo Xavier.

      • Pois é nobre amigo Alaor, é assim que (não) funciona. Pessoas do nipe desse governador, que é provável que você tenha votado, destroem qualquer tipo de organização que se possa ter na administração pública exatamente para que possam privatizar, vender, dar, entregar. Mas, não se esqueça que 95% do povo não tem dinheiro pra colocar filhos no marista, objetivo, entre outros. Pela CF/88 É dever do estado prover EDUCAÇÃO, SAÚDE, SEGURANÇA, entre outros.

      • Mas se privatizar será cobrado mensalidade dos alunos?

  19. Aloisio Mercadante é Ministro da casa civil já foi da educação e é economista.

  20. Falácias tucanas querem dar a educação publica pros amigos , assim como nos pedagios tucanos pagaremos duas vezes adeus escola pública vem o positivo enganar a sociedade como se fosse a invenção da roda não a privatização tucana enganadora.E só investir o que esta na lei e pronto empresas privadas sempre são as roubam e fazem cartel não venha com velha falácia de mau administrador

  21. Agora vai, vai para as cucuias o que resta da Educação Pública no Paraná.
    O pior está por vir, quem viver verá.

  22. Esmael, não é por acaso que por “pechincha” o “positivo” com o “aval de natal” dos vareadores autorizaram passar ao positivo area industrial carissima na cic a preço de banana.
    e já que os nobres “jornalistas” são bem informados acho que é o caso de verificar nas “negociatas da educação” que este grupo educacional pertence a estrangeiros é não mais esta nas mãos dos positivos psdebistas..
    lembrando que o atual pres do tce ex procurador quis saber desta negociata, sabem porque? tem mais coisas por ai , mas a prefeitura é caixa preta e seu fruet ta sentado no colo do richa cassio derosso etcaterva!! que que isto!!!

  23. Ihhh, se não me engano desde o início de 2013 já comenta-se sobre esse caso positivo na privatização da educação e agora está se encaminhando…

    • Eu acredito piamente que o achaque será nas universidades. UEM, UEL, UEPG … detonaram tudo. Não tem nem pra rolo de papel pra limpar a bunda do povo.

  24. Aloizio Mercadante, ministro da Educação, também não entende nada de escola é ministro. Estes cargos são convenções.

    • Nada a ver, o Mercadante não representava um grupo privado. Esse representa o Positivo, historicamente os secretários de Educação são ligados ao ensino público.

      • O ensino publico do Paraná está uma droga devido a jurássicos ultrapassados que comandaram ela, com o Fernando Xavier a educação vai oxigenar e melhorar muito, veja as escolar de ensino fundamental e médio publicas e privadas e compare a diferença entre ambas, a educação vai melhorar e muito com uma visão privada.

        • Vejo que não entendes nada de Educação Pública. Não te conheço, mas conheço a Educação. Esta sua visão é no mínimo ingênua…..

          • Quem não entende de educação é vc seu dinossauro. A educação é um serviço, e como tal deve ser precificado através das leis do mercado. Por tanto, o objetivo final é desestatizar a educação (privatizar e não regulamentar), acabar com o MEC. Educação não é bem público, é um valor individual, evitemos o coletivismo. Não tem forma mais prática e lógica para melhorar e baratear um serviço/produto do que a livre concorrência. Ficar achando que o sempre ineficiente estado uma hora vai funcionar para determinado setor é uma ilusão.

        • Com demissão de funcionários, corte nas merendas, falta de investimentos nos ambientes de ensino! Me poupe! Nos últimos 4 anos decaímos! O atual governo teve a capacidade de retomar no período de eleição as obras paradas há muito tempo no colégio Ambrosio Bini em Almirante Tamandaré. Pós eleições, curiosamente as obras pararam! Alunos e professores cansados do improviso fizeram um multirão para limpar o colégio. Adentraram a escola mesmo sem o término da obra. E vc vem falar de melhoras. Por favor!!!!

    • Um dos comentários mais sem nexo que eu vi por aqui. O fato do governo federal escolher mal habilita o piá de prédio a fazer o mesmo? Vá pensar no que tu escreveu!

      • Concordo com você, Jota Santos. Esse tal de Alaor, não entende nada de educação mesmo. Por ser bem publico e de direito subjetivo de todos não pode ter esse viés privatista. Não funciona melhor porque nos últimos três anos houve um desmonte do que vinha se construindo. Posso afirmar isso com propriedade porque estou nesse contexto. Quem, de fato se preocupa com a educação para todos sequer pode pensar nas baboseiras que esse ser escreveu e pensa.

    • Aloizio Mercadante é professor licenciado da PUC-SP.

  25. Pior não poderia ser! A fúria neoliberal em todo seu ódio contra a educação pública! Parabéns eleitores do Beto Pacotão, teus filhos, alunos, vão se fud… junto com os professores!