Véio da Havan estuda vender toalhas de Lula

O encalhe das toalhas de Bolsonaro e a grande procura pelas toalhas de Lula levaram o empresário Luciano Hang, o Véio da Havan, a estudar sobre a possibilidade da venda do produto nas 164 lojas espalhadas pelo País.

Em uma loja no bairro Mossunguê, em Curitiba, um vendedor revelou ao Blog do Esmael que a procura pela toalha do Lula disparou nos últimos dias.

Segundo o vendedor da Havan, cuja loja fica na BR-277, na capital paranaense, o pedido pela toalha de Lula foi encaminhado à central em Brusque (SC).

O Véio da Havan já colocou à venda as toalhas de Bolsonaro, há um mês, porém a saída é muito tímida.

Ele chegou a usar seu prestígio publicando um vídeo, mas não conseguiu evitar o encalhe.

Na quinta-feira (04/08), o Blog do Esmael registrou que a toalha de Lula está em falta em Curitiba.

Segundo vendedores de lojas populares na região central – entre a Praça Tiradentes e a Rua João Negrão – nova remessa do produto com o rosto do petista só chegará na semana que vem.

A tolha de Lula custa entre R$ 38 e 40 reais.

A peça com a fuça do presidente cessante encalhou e o preço foi reduzido para R$ 25, dizem os ambulantes curitibanos.

Se decidir pela venda da toalha de Lula, será apenas uma decisão comercial do Véio da Havan.

O empresário jura que continua bolsonarista.

Ele apenas estararia ouvindo a pesquisa do DataToalha.

Blog do Esmael, notícias verdadeiras.

LEIA TAMBÉM