5 de fevereiro de 2015
por Esmael Morais
33 Comentários

Professores de universidade estadual aprovam greve contra Richa

richa_greve_uepg.jpgCerca de 200 professores da Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG), em assembleia do sindicato da categoria nesta tarde, decidiram deflagrar greve por tempo indeterminado a partir da terça-feira, dia 10.

A medida dos professores universidades revela o descontentamento com o sucateamento das universidades estaduais do Paraná promovido pelo governador Beto Richa (PSDB).

Os dirigentes do Sindicato dos Docentes da Universidade Estadual de Ponta Grossa (SINDUEPG) ressaltam que os professores da UEPG receberão normalmente os estudantes na próxima segunda (9), início do ano letivo, para explicar a situação caótica por que passa a educação no Paraná.

No sábado, dia 7, cerca de 10 mil educadores serão esperados em assembleia geral da APP-Sindicato para também entrar em greve nas 2,1 mil escolas da rede pública de ensino. A tendência é que a educação puxe as demais para o movimento as demais categorias do funcionalismo público. Leia mais