27 de fevereiro de 2014
por Esmael Morais
12 Comentários

Em Curitiba, comunidade vai à s ruas contra fechamento de salas de aula

Depois de um mês do início das aulas, o governo Richa determinou o fechamento de salas de aula em todo o Paraná; comunidade escolar do Isolda Schimd, em Curitiba, vai protesta hoje à s 17 horas contra essa modificação no porte das escolas, que mexe com as condições de trabalho dos educadores e influencia na aprendizagem dos alunos; trata-se de uma política de "contenção de gastos" para o governo adequar-se à  LRF (Lei de Responsabilidade Fiscal); é a "cota sacrifício" da Educação para manter o exército de comissionados no Palácio Iguaçu.

Depois de um mês do início das aulas, o governo Richa determinou o fechamento de salas de aula em todo o Paraná; comunidade escolar do Isolda Schimd, em Curitiba, vai protesta hoje à s 17 horas contra essa modificação no porte das escolas, que mexe com as condições de trabalho dos educadores e influencia na aprendizagem dos alunos; trata-se de uma política de “contenção de gastos” para o governo adequar-se à  LRF (Lei de Responsabilidade Fiscal); é a “cota sacrifício” da Educação para manter o exército de comissionados no Palácio Iguaçu.

Pais, alunos, professores e funcionários da Escola Estadual Isolda Schimd, no bairro Vila Hauer, em Curitiba, vão à s ruas nesta quinta-feira (27), à s 17 horas, protestar contra o fechamento de salas de aula. A determinação para a eliminação de turmas partiu do governador Beto Richa (PSDB) e do vice Flávio Arns (PSDB), secretário da Educação (clique aqui). ... 

Leia mais