Pela primeira vez, pesquisa mostra que Bolsonaro derrota Moro no segundo turno

Pesquisa MDA/CNT, divulgada nesta segunda-feira (21/02), mostra pela primeira vez que o presidente Jair Bolsonaro (PL) derrota o ex-juiz Sergio Moro (Podemos) em um eventual segundo turno.

A pesquisa também significa uma pá de cal na pré-candidatura de Moro, que é ultrapassada nesta rodada pelo ex-governador Ciro Gomes (PDT).

De acordo com o levantamento da MDA, Bolsonaro teria 35,6% enquanto Moro obteria 34%. O cenário capta um possível afunilamento no eleitorado e derretimento do moço da finada Lava Jato.

Em dezembro último, Moro vencia o presidente por 33,8% a 30,4%.

No entanto, Ciro Gomes ainda leva uma ligeira vantagem no segundo turno contra Bolsonaro. O pedetista vence por 41,9% a 37,9% o atual mandatário – o que configura empate técnico dentro da margem de erro de 2,2 pontos para mais ou para menos.

No segundo turno, Bolsonaro também derrota o governador de São Paulo, João Doria (PSDB), pelo placar de 41,1% a 29,8%.

Lula também vence na pesquisa MDA/CNT

Nessa mesma sondagem da MDA/CNT, o ex-presidente Lula continua firme na liderança do primeiro turno.

Nas simulações do segundo turno, o petista derrota todos os adversários apresentados.

Veja os números da estimulada:

  • Lula – 42,2%
  • Jair Bolsonaro – 28%
  • Ciro Gomes – 6,7%
  • Sérgio Moro – 6,4%
  • João Doria – 1,8%
  • André Janones – 1,5%
  • Simone Tebet – 0,6%
  • Felipe D´Avila – 0,3%
  • Rodrigo Pacheco – 0,3%
  • Branco/Nulo – 6,2%
  • Indeciso – 6,0 %

A pesquisa MDA/CNT ouviu 2.002 eleitores distribuídos em 137 municípios, de 25 unidades da federação, entre os dias 16 a 19 de fevereiro de 2022. A sondagem está registrada sob o nº BR-09751|2022.

A pesquisa também revela que um terço (31,2%) dos eleitores de Ciro Gomes, num eventual segundo turno, migraria para Lula, enquanto 10,5% iria com Bolsonaro e 16,4% com Moro.

Clique aqui para ler a íntegra da pesquisa.