Gilmar Mendes ao PCdoB: ‘como vai o nosso partido’?

O presidente do TSE e ministro do STF Gilmar Mendes, à Folha, se julga “suprapartidário” ao revelar-se próximo ao PCdoB. “Eu sou um comensal do PCdoB, toda hora me reúno com eles”, diz o magistrado.

A declaração de Mendes foi uma resposta à constatação de que ele se reúne muito com o ilegítimo Michel Temer.

Mendes e Folha, juntos, advogam a tese da manutenção de Michel Temer no governo. Eles fazem parte do ‘núcleo paulista’ — inclusive a Fiep — que defende o golpe e a retirada de direitos dos trabalhadores brasileiros.

É evidente o racha na burguesia e na mídia golpista, com destaque para o destoamento da Globo e da Veja, que assumiram o Fora Temer, mas anseiam eleição indireta via o corrupto Congresso.

Segundo o polêmico ministro, o papel dos juízes é muitas vezes decidir de forma contramajoritária e desagradar tanto a chamada ‘vox populi’ quanto a voz da mídia.

Na sexta-feira (9), o TSE absolveu a chapa Dilma-Temer, eleita em 2014, pelo placar de 4 votos a 3, do pedido de cassação formulado pelo PSDB.

Clique aqui para ler a íntegra da entrevista na Folha.

Veja também  Folha joga pra galera: 58% consideram Flávio Bolsonaro culpado pelas rachadinhas, diz Datafolha

Comments are closed.