Deputado denuncia Richa no CONAR por propaganda enganosa na educação

Google News

O deputado Requião Filho (PMDB) informou que ingressará com uma representação no CONAR (Conselho Nacional de Autorregulamentação Publicitária) contra o governador do Paraná, Beto Richa (PSDB), por “flagrante” propaganda enganosa sobre educação.

Em comercial veiculado em todas as redes de televisão, rádio, jornais e portais da internet, o governo Beto Richa mente sobre a quantidade de hora-atividade destinada. A propaganda diz que o tucano concedeu 37,5% do tempo quando, na verdade, ele reduziu para 25%, segundo a APP-Sindicato.

A Lei Nacional do Piso e o Plano de Carreira preveem 33% de hora-atividade para que os professores possam preparar suas aulas e se dedicar à s demais atividades fora da sala.

O objetivo de Beto Richa é reduzir em 7 mil professores no quadro da educação básica, isto é, diminuir a folha de pagamento.

O diabo é que isso sobrecarregará os trabalhadores do magistério já adoecidos pela extenuante jornada a que são submetidos nas salas de aula.

Para fazer a guerra ideológica contra a hora-atividade, o governo tucano espalha nas redes sociais que os educadores são “vagabundos” porque adoecem.

Requião Filho disse ao Blog do Esmael que, além do CONAR, levará a publicidade enganosa de Beto Richa ao PROCON e ao Sindicato das Agências de Propaganda.

“Na ditadura militar quando os tribunais superiores não protegiam o direito à vida dos presos políticos o jurista Sobral Pinto recorreu à Lei de Proteção de Animais. Então, vamos atrás dos órgãos de defesa do consumidor para proibir esse tipo de propaganda enganosa e danosa à sociedade”, explicou o parlamentar do PMDB.

Recentemente, o CONAR coibiu a campanha “Gente Boa Também Mata” do ilegítimo governo de Michel Temer (PMDB).

Assista ao comercial enganoso de Beto Richa:

Veja também  Ministro do Turismo, Álvaro Antônio, é diagnosticado com Covid-19

Comments are closed.