Câmara prossegue reforma da previdência; Lava Jato distrai o público

Enquanto o distinto público se distrai com as pirotecnias do juiz Sérgio Moro e da Globo, em Curitiba, a Câmara avança sobre aposentadorias e pensões dos brasileiros.

“Coincidentemente”, como se fosse um nado sincronizado com a força-tarefa de Moro e a TV Globo, a Comissão Especial da Reforma da Previdência (PEC 287/16) delibera na manhã desta terça-feira (9) sobre os 12 destaques que faltam para a aprovação do texto.

O texto-base do relator, deputado Arthur Oliveira Maia (PPS-BA), foi aprovado na semana passada, depois de muita confusão e invasão da sala do colegiado por agentes penitenciários.

Após análise pela Comissão, a proposta de emenda à Constituição precisa ser votada em dois turnos pelo Plenário, e receber pelos menos 308 votos para ser aprovada e encaminhada para análise do Senado.

A votação dos destaques foi interrompida na noite da última quarta-feira, quando agentes penitenciários invadiram o plenário da comissão para protestar contra a retirada da categoria da regra de aposentadoria especial dos policiais.

Com informações da Agência Câmara

Veja também  Agora, Sergio Moro se diz contra o discurso de ódio que ele ajudou a eleger

Comments are closed.