A “bomba” de Janot virou “peido de véia”

Bombordo e estibordo ficaram “decepcionados” com o procurador-geral Rodrigo Janot.

Ambas as bandas ficaram esperando a tal “Lista de Janot” contendo até 80 pedidos de abertura de inquérito para investigar políticos no STF.

A “bomba” de Janot — especulada pela velha mídia — não passou de um “peido de véia”.

Muito se falou nesta segunda-feira (13) que o senador Aécio Neves (PSDB-MG) encabeçaria os políticos citados em depoimentos dos delatores da Odebrecht.

Bobagem.

Janot continuará a ser seletivo e parcial como fora até agora.

A “Lista de Janot”, se é que ela existe, reza a lenda, levaria abaixo praticamente todo o governo golpista de Michel Temer (PMDB).

Continuo acreditando no seletivismo do MPF, da Lava Jato e do Judiciário como um todo.

(Tenha em mente o papel jurisdicional deles no golpe de Estado).

Por isso é importante que esquerda e direita coloquem as barbas de molho, pois podem se frustrar como no caso do professor Leandro Karnal.

Duas decepções em menos de uma semana é demais…

Comments are closed.