Jornal Nacional, da Globo, mostra Bolsonaro em queda

Na Globo, o impeachment de Bolsonaro já é uma realidade

É uma questão de tempo, mas o impeachment do presidente Jair Bolsonaro já uma realidade para a Globo. A emissora tem expertise na derrubada de governos. Na televisão dos Marinho, os diretores começaram a sentir o cheiro de enxofre no ar –que precede a queda de um mandatário.

O Jornal Nacional deste sábado (10/7) fez questão de mostrar que, pela primeira vez, a maioria dos brasileiros defende abertura de impeachment de Bolsonaro. O telejornal levou à tela os números da pesquisa Datafolha: 54% querem o fim do governo atual, ou seja, que a Câmara abra o processo de impedimento.

O JN magoou ainda mais quando revelou que 63% consideram que Bolsonaro é incapaz de liderar o Brasil, o maior índice desde que ele assumiu a Presidência da República em 1º de janeiro de 2019.

Leia também

A Globo também reverberou que a maioria não acredita na fala do presidente Jair Bolsonaro. Apenas 15% botam fé nas declarações do mandatário.

Ao tomar conhecimento da reportagem da pesquisa do Datafolha com duração de 4 minutos, uma eternidade em termos de televisão, Bolsonaro voltou a ter crise de soluços, que se agravou mais quando foi ao ar mais duas reportagens: a motociata esvaziada e a prisão da mulher que batia panela contra sua presença em Porto Alegre (RS).

Em clima de final de Copa do Mundo, a TV Globo afirma que amanhã tem mais.