Presidente Jair Bolsonaro

Lula e Ciro podem disputar o segundo turno em 2022, admite Bolsonaro [vídeo]

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) disse a apoiadores, nesta segunda-feira (26/7), em Brasília, que vetará o “excesso” no fundo eleitoral e deixou escapar que o segundo turno pode ser disputado entre o ex-presidente Lula e o ex-ministro Ciro Gomes.

“Deixar claro uma coisa: vai ser vetado o excesso do que a lei garante, tá? A lei [garante] quase R$ 4 bilhões. O extra de R$ 2 bilhões vai ser vetado. Se eu vetar o que tá na lei, eu estou em curso de crime de responsabilidade. Espero não apanhar do pessoal aí, como sempre”, disse o mandatário.

“Vão ter que escolher entre Lula e Ciro”, disse sobre eventuais críticas à decisão.

Leia também

“Se o pessoal começar a bater muito, vão escolher no segundo turno Lula ou, ou… Ou Ciro. A crítica é válida quando ela tem fundamento, pessoal”, titubeou Bolsonaro ao pronunciar o nome do ex-ministro Ciro Gomes.

Ciro tenta viabilizar-como como candidato da “terceira via” enquanto a popularidade Bolsonaro derrete, principalmente com o envolvimento de militares e aliados em esquemas de corrupção. A CPI da Covid investiga bilionário pedido de propina por integrantes do governo.

O Planalto estuda vetar os R$ 5,7 bilhões do fundão previstos na LDO, lei que dá as bases para a elaboração do Orçamento, e costura um acordo com o Congresso para estipular um outro valor em patamar menor, em torno de R$ 4 bilhões.

Assista ao vídeo