ratinho junior

Ratinho Junior ‘patina, patina’ na vacinação do Paraná

Apesar do esforço da mídia corporativa para dourar a pílula, o governador Ratinho Junior (PSD) ‘patina, patina’ na vacinação no estado do Paraná. Há mais marketing político do que imunizantes nos braços dos paranaenses, infelizmente.

Na sexta-feira (11/6), nos telejornais aliados, Ratinho mandou informar que iria começar a vacinação contra a Covid-19 para pessoas acima de 40 anos, da população geral. No entanto, essa bravata não durou 24 horas.

“Ratinho anuncia vacinação ampliada de 40 a 59 anos. Apesar do anúncio, nenhum município confirmou estrutura ou doses suficientes para vacinar esse público. O Governo diz que depende da estrutura das cidades. Falta explicar as letras miúdas, Ratinho Junior. Não brinca com coisa séria”, cobrou o deputado Arilson Chiorato, que é presidente do PT no Paraná.

No início da noite deste sábado (12/6), após a fake news do governo ser descoberta, o programa “Boa Noite PR”, da Globo, corrigiu a informação. A emissora explicou que ainda não tem vacina para todo mundo.

Segundo o governo, o avanço na faixa etária [40 anos +] deve iniciar na próxima semana, ainda sem data definida. Porém, emendou o governo do estado, a vacinação começa da idade maior para baixo. Ou seja, dos 59 anos para trás, o que significa que tudo continua como dantes.

O Paraná vacinou 1.273.367 de pessoas, que receberam a 2ª dose –equivale 11,06% da população do estado.

Leia também

Não foi a primeira vez que Ratinho Junior tentou um lance de marketing político em cima da saúde das pessoas. Em março, o governador lançou o programa vacinação de “domingo a domingo” –sem combinar com as vacinas, que não chegaram em quantidade suficiente para imunizar sequer de segunda a sexta-feira.

‘Vacina de domingo a domingo… onde?’, questionou no sugestivo dia 1º de abril o deputado Requião Filho (MDB) em artigo publicado no Blog do Esmael.

Bronca de prefeito em Ratinho continua repercutindo

“Quero parabenizar o prefeito Ulisses Maia e me somar na cobrança ao Ratinho Junior, desse decreto absurdo, que libera o funcionamento de bares e restaurantes no dia dos namorados. O governador parece não ver o aumento das mortes, a falta de leitos e o desespero do povo! Falta pulso e empatia!”, escreveu no Twitter o deputado Arilson Chiorato.

Na noite de sexta, o Blog do Esmael publicou em primeira mão um áudio do prefeito de Maringá dando uma catracada no governador Ratinho Junior, que liberou geral neste sábado mesmo com o avanço da pandemia.

“Deve ser brincadeira esse decreto, né? Na calamidade pública que tá o Paraná. No caos que está a estrutura, sem uma vaga em hospital privado e público. Liberar restaurante, bar e lanchonete no Dia do Namorado. Eu não sei o que está acontece. Meu Deus do céu! É Muito triste. Eu não sei o que está acontecendo”, disse. “Eu mandei áudio para o governador [Ratinho Junior] lamentando essa postura”, completou Ulisses Maia.

O Paraná perdeu 27.927 vidas durante a pandemia, segundo boletim da Secretaria de Estado da Saúde (SESA) divulgado neste sábado. São 1.141.307 casos acumulados da doença. No estado, a taxa de ocupação dos leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) para adultos chega a 95%.