Lula presidente

URGENTE: MORO SUSPEITO E LULA INOCENTE NO STF

O feitiço virou contra o feiticeiro no Supremo Tribunal Federal (STF), nesta quinta, que declarou o ex-juiz Sergio Moro suspeito e o ex-presidente Lula inocente das acusações.

O ex-presidente Lula teve suas condenações anuladas também pelo plenário do STF, que reconheceu o princípio do juiz natural na 2ª Turma.

Segundo o entendimento da maioria no STF, o agravo no plenário perdeu objeto e que Lula já teve a decisão favorável pela suspeição de Moro.

No último dia 23 de março, o colegiado presidido pelo ministro Gilmar Mendes já havia assentado que Moro era um juiz parcial e, portanto, suspeito para julgar e condenar o petista.

Com o “diploma de inocente”, Lula agora pode marchar com sua candidatura a presidente em 2022.

Moro, o fantasma, foi caçado/cassado hoje.

O ministro Edson Fachin, relator das ações da Lava Jato no Supremo, se despediu da 2ª Turma com “chave de ouro”: uma incontestável derrota no plenário.

Veja como foi a sessão do STF

Leia também

Como votaram os ministros do STF

A maioria dos ministros votou pela suspeição do ex-juiz Sergio Moro.

A favor de Lula

  • Gilmar Mendes
  • Alexandre de Moraes
  • Ricardo Lewandowski
  • Dias Toffoli
  • Cármen Lúcia
  • Kassio Nunes Marques
  • Rosa Weber

Contra Lula

  • Edson Fachin (relator)
  • Luís Roberto Barroso

Uma nova sessão foi marcada para a próxima quarta-feira, dia 28, para concluir o julgamento. Faltam votar os ministros Marco Aurélio Mello e Luiz Fux, presidente do STF.