india

Índia: Nova Délhi impõe lockdown para conter avanço da covid-19

A capital da Índia, Nova Délhi, vai impor um rígido lockdown para tentar conter ao avanço da covid-19, anunciaram autoridades locais nesta segunda-feira (19).

Devido à explosão dos casos de coronavírus, o sistema de saúde da cidade de mais de 21 milhões de habitantes está à beira do colapso, com falta de leitos em hospitais e escassez de oxigênio e medicamentos.

O confinamento terá início na noite desta segunda-feira e ficará em vigor por seis dias. “Se não impusermos um lockdown agora, estaremos olhando para um grande desastre”, afirmou o governador da capital indiana, Arvind Kejriwal, ao anunciar a medida.

A Índia, que tem 1,3 bilhão de habitantes, enfrenta uma segunda onda de covid-19 que se alastra rapidamente por todo o país.

LEIA TAMBÉM
Lula recorda que Bolsonaro levou 373 mil brasileiros ao matadouro em 1 ano

Prefeito de Curitiba tem reprovação aumentada na pandemia, segundo a Paraná Pesquisas

Água é essencial, NÃO ao aumento da SANEPAR!

Nesta segunda, a nação registrou novamente um recorde diário de novos casos, com 273.810 novas infecções contabilizadas nas últimas 24 horas, segundo dados do Ministério indiano da Saúde, o que fez o total de casos ultrapassar a marca de 15 milhões. É o segundo país do mundo com mais casos de covid-19 registrados, depois dos Estados Unidos. Já o número de mortos subiu para 178.769, após o registro de 1.619 óbitos nas últimas 24 horas.

Hoje, a Índia é o quarto país do mundo com mais mortes em decorrência da covid-19, atrás apenas dos EUA, Brasil e México.

Com informações da DW