Conselho de Ética da Câmara ouve novas testemunhas no processo contra a deputada Flordelis

O Conselho de Ética e Decoro Parlamentar da Câmara volta a ouvir nesta quinta-feira (22) testemunhas no processo (REP 2/21) contra a deputada Flordelis dos Santos de Souza (PSD-RJ). Ela é acusada pelo Ministério Público do Rio de Janeiro (MP-RJ) de ser a mandante do assassinato do marido, o pastor Anderson do Carmo, em junho de 2019, em Niterói (RJ).

A pedido do relator, deputado Alexandre Leite (DEM-SP) serão ouvidos:

– Roberta dos Santos (filha adotiva da deputada);

– Wagner Andrade Pimenta, conhecido como Misael (filho adotivo da deputada);

– Luana Vedovi Pimenta (esposa de Wagner);

– Tatiana das Graças Martins dos Santos (ex-mulher de um dos filhos da deputada).

LEIA TAMBÉM
Lula e Gleisi na Folha: ‘Brasil deve ser protagonista e não pária do clima global’

Lula x Moro: o julgamento do século continua hoje no STF; ao vivo no Blog do Esmael

URGENTE: Oposição vai unificar 120 pedidos de impeachment de Bolsonaro

O Conselho de Ética já ouviu os delegados responsáveis pela investigação do caso, o filho adotivo da deputada Lucas de Souza e uma mulher acusada de ter levado uma carta na cadeia para Lucas assumir a autoria do crime.

Flordelis, que pode ter o mandato cassado pela Câmara, nega participação no assassinato do marido.

Com informações da Agência Câmara de Notícias