adeus bozo impeachment ja

URGENTE: Oposição vai unificar 120 pedidos de impeachment de Bolsonaro

Azedou o arroz doce do presidente Jair Bolsonaro.

A presidenta nacional do PT, deputada Gleisi Hoffmann (PR), disse nesta quarta-feira (21/4) que os partidos de Oposição estão convocando todos os signatários de pedidos de impeachment de Bolsonaro, na Câmara dos Deputados, para reunião nesta sexta-feira, dia 23 abril, 14h, por meio de plataforma de zoom.

Segundo informações preliminares, obtidas pelo Blog do Esmael, já são 121 pedidos de impeachment protocolados contra Bolsonaro desde a posse em 1º de janeiro de 2019.

De acordo com Gleisi, a pauta central da reunião é avaliar “a possibilidade de unificar os pedidos de impeachment em tramitação na Câmara dos Deputados” e discutir formas de organização e mobilização da sociedade.

O documento é subscrito pelos seguintes partidos políticos e lideranças políticas: Roberto Freire (Cidadania), Juliano Medeiros (PSOL), Heloísa Helena (Rede), Carlos Siqueira (PSB), Carlos Lupi (PDT), Gleisi Hoffmann (PT), José Luiz Penna (PV), Luciana Santos (PCdoB) e Leonardo Péricles (UP).

Para confirmação na reunião e retorno do link de acesso, os organizadores pedem envio de mensagem para o email < pedidosimpeachment@gmail.com >.

Leia também

Abaixo, leia a íntegra da convocatória de 9 partidos políticos:

CONVOCATÓRIA

O Brasil chora quase 400 mil mortos por COVID-19, resultado de uma política deliberada de quem o preside. A Câmara dos Deputados vem sendo demandada por partidos políticos, instituições e movimentos da sociedade civil e indivíduos, para que abra processo de impeachment contra o presidente Jair Bolsonaro. Ao longo de dois anos a soma de tais pedidos já supera uma centena.

Este cenário levou os partidos de oposição – todos eles também signatários de pedidos de impeachment – a considerar a conveniência de unificar as demandas já apresentadas, de tal modo que se possa ampliar a potência do chamamento que a sociedade brasileira faz à Câmara dos Deputados, no sentido de por fim ao mandato de um dirigente que tem conduzido o Brasil aos piores dias de sua história.

Nestes termos, os partidos de oposição decidiram conclamar todos os atores envolvidos com essa agenda a debaterem a possibilidade de unificação das ações e propostas, dando peso a um movimento que pode por o parlamento em movimento, em uma conjuntura na qual a população não pode tomar as ruas, para fazer tal exigência ela mesma.

Neste sentido, os partidos políticos abaixo assinados convidam todos os signatários de pedidos de impeachment a se reunirem nesta sexta-feira, 23/04, às 14h, para discutir a seguinte agenda:

1. Avaliar a possibilidade de unificar os pedidos de impeachment em tramitação na Câmara dos Deputados, somando esforços para que se abra o devido processo político contra Jair Bolsonaro.

2. Debater a convocação de ato(s) pró-impeachment, com a finalidade de instar o parlamento a dar início ao rito de impedimento presidencial, condição necessária para que se possa reorganizar o país e fazer face às crises sanitária e socioeconômica que atravessa.

3. Considerar fazer uso intensivo das redes sociais de todos os signatários do pedido de impeachment unificado, com o objetivo de dar a prioridade e visibilidade que, seguramente, este tema
(impeachment) encontra no seio da população brasileira.

Solicitamos, por fim, confirmar presença na reunião a realizar-se nesta sexta-feira, 23/04, às 14h, enviando mensagem neste sentido ao e-mail pedidosimpeachment@gmail.com para que possamos retornar o link na plataforma Zoom.

Subscrevem:

  • Roberto Freire

Presidente do Cidadania

  • Juliano Medeiros

Presidente do Partido Socialismo e Liberdade – PSOL

  • Heloísa Helena

Porta-Voz Rede Sustentabilidade

  • Wesley Diógenes

Porta-Voz Rede Sustentabilidade

  • Carlos Siqueira

Presidente do Partido Socialista Brasileiro – PSB

  • Carlos Lupi

Presidente do Partido Democrático Trabalhista – PDT

  • Gleisi Hoffmann

Presidente do Partido dos Trabalhadores – PT

  • José Luiz Penna

Presidente do Partido Verde – PV

  • Luciana Santos

Presidente do Partido Comunista do Brasil – PCdoB

  • Leonardo Péricles

Presidente da Unidade Popular – UP