Flávio Dino denuncia que Eduardo Pazuello continua mandando no Ministério da Saúde

O governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), nesta quinta-feira (18/3), denunciou que o presidente Jair Bolsonaro fingiu que trocou o comando no Ministério da Saúde.

Segundo o governador vermelho, o general Eduardo Pazuello é quem continua dando as cartas no Ministério.

“Situação desta semana é tão absurda, entre tantos absurdos, que temos dois ministros da Saúde, por conseguinte nenhum”, disse o mandatário maranhense.

Dino disse que Pazuello saiu, mas continua, enquanto o outro [Marcelo Queiroga] não entrou de fato.

“Um saiu, mas não saiu. Um entrou, mas não entrou”, denunciou Flávio Dino.

Enquanto Bolsonaro faz de conta que troca o ministro da Saúde, o Brasil chega a 285 mil mortes e 11,7 milhões de casos de covid-19 desde o início da pandemia. Perderam a vida para a doença 2.648 pessoas somente nas últimas 24 horas, segundo os dados das secretarias de saúde municipais e estaduais brasileiras.