Gilmar Mendes: ‘Lavajatismo é pai e mãe do bolsonarismo’

Compartilhe agora

O ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal (STF), disse nesta sexta-feira (12) que o lavajatismo é pai e mãe do bolsonarismo.

Gilmar foi entrevistado pelo jornalista Tales Faria, colunista do UOL, a quem disse que um “esquadrão da morte” se instalou em Curitiba ao se referir à Lava Jato.

“Acho tudo isso lamentável, todos nós de alguma forma sofremos uma manipulação disso que operava em Curitiba. Acho que temos que fazer as correções devidas, tenho dito e enfatizado que Lula é digno de um julgamento justo”, afirmou o ministro.

O ministro ainda disse na entrevista que ‘o lavajatismo é pai e mãe do bolsonarismo’ porque, com a prisão de Lula, a força-tarefa de Curitiba ajudou a eleger o presidente Jair Bolsonaro.

“Acho que a gente até pode dizer que Deus realmente seja brasileiro e esteja nos dando uma chance de fazer uma revisão, mas, eu já disse, o lavajatismo de alguma forma é pai e mãe do bolsonarismo”.

Para Gilmar Mendes, a sociedade brasileira e o STF devem um julgamento justo ao ex-presidente Lula –indicando que a Segunda Turma do STF irá anular a sentença do ex-juiz Sergio Moro no caso do tríplex.

Assista ao vídeo: