“Flerta com o autoritarismo”, diz Gleisi sobre nova ameaça de Bolsonaro

A presidente nacional do PT, deputada Gleisi Hoffmann (PR), criticou nesta segunda-feira (18) o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) por afirmar que a democracia no Brasil depende das Forças Armadas.

“Acuado por sua incompetência em proteger o povo Bolsonaro volta às bravatas ideológicas e flerta c/ o autoritarismo. Forças Armadas ñ decidem sobre nossa democracia, elas são subordinadas ao PR e à Constituição. Vivemos numa democracia e ameaças devem ser refutadas veementemente!”, escreveu Gleisi na rede social Twitter.

Na manhã desta segunda-feira, Bolsonaro afirmou que no Brasil “temos liberdade ainda”, mas “tudo pode mudar” se homens e mulheres que compõem as Forças Armadas brasileiras não tiverem seu valor reconhecido.

“Quem decide se um povo vai viver numa democracia ou numa ditadura são as suas Forças Armadas. Não tem ditadura onde as Forças Armadas não apoiam. O Brasil, temos liberdade ainda. Se nós não reconhecermos o valor desses homens e mulheres que estão lá, tudo pode mudar”, disse o presidente a apoiadores, em frente ao Palácio da Alvorada, em Brasília.

Bolsonaro afirmou ainda que “que querem levar o Brasil para o socialismo” e que as Forças Armadas foram “sucateadas”.

“Porque que sucatearam as Forças Armadas ao longo de 20 anos? Porque nós militares somos o último obstáculo para o socialismo”, disse o presidente.

Com informações do G1