Frota volta a pedir impeachment de Bolsonaro

O deputado federal Alexandre Frota (PSDB) agitou as redes sociais neste sábado (12) ao reavivar sua proposta de impeachment do presidente Jair Bolsonaro.

O parlamentar tucano lançou em seus posts a palavra de ordem “Vidas sim, Bolsonaro não” no contexto da ‘guerra das vacinas’ que o presidente trava com o governador de São Paulo, João Doria (PSDB).

Em março, Frota protocolou pedido de impeachment contra o presidente da República acusando-o da prática de seis crimes:

  • responsabilidade ao convocar apoiadores para as manifestações de 15 de março;
  • contra segurança nacional por incitar e chamar atos contra a Constituição;
  • contra administração pública ao vetar a presença de profissional da “Folha de S. Paulo” em um evento público;
  • contra a administração pública ao promover contra os jornalistas Patrícia Campos Melo e Vera Magalhães;
  • contra a saúde pública ao cumprimentar manifestantes no Palácio do Planalto desrespeitando orientações; e
  • por descumprir o decoro do cargo.

O deputado Alexandre Frota pensa protocolar mais um pedido de impeachment contra Bolsonaro, agora acerca da campanha que o presidente faz antivacina.

Frota disse que Bolsonaro não é confiável e enumerou os novos crimes que o presidente cometeu nos últimos meses.

O parlamentar do PSDB retuitou um vídeo em que Bolsonaro prevê que nem 800 pessoas morreria por coronavírus, no entanto, destacou Frota, 180 mil morreram desde o início da pandemia.

Datafolha diz que mais pessoas não querem se vacinar contra Covid-19

Olavo de Carvalho pede “dízimo” a seguidores pelas redes sociais

Capacho da ditadura, Silvio Santos chega aos 90 anos convertido ao bolsonarismo

Véio da Havan surta com fechamento de Loja da Havan em Pelotas (RS)

Bolsonaro de 2015 pediria impeachment de Bolsonaro de 2020

Caso Queiroz: PT pede impeachment de Bolsonaro e prisão de Flávio Bolsonaro