Bolsonaro de 2015 pediria impeachment de Bolsonaro de 2020

Compartilhe agora

O presidente Jair Bolsonaro sofreria impeachment se dependesse do então deputado do baixo clero Jair Bolsonaro, na época filiado no PP, partido que integra o Centrão.

“O povo é soberano, quando ele pede impeachment, é porque o governante só faz merda”, tuitou na época para espinafrar a então presidenta Dilma Rousseff (PT).

Hoje, inquilino do Palácio Planalto, Bolsonaro faz um governo de merda. Só diz e faz merda, segundo consenso na frente política e nas redes sociais.

Nesta sexta-feira (11), por exemplo, um médico desabafou num vídeo em que xinga o presidente de “boca de cu” porque, segundo o profissional de saúde, só diz merda acerca da pandemia.

Mas há coisas mais graves que ensejaram uníssono pedido de impeachment, urgente, do presidente Jair Bolsonaro.

Reportagem da revista Época afirma que a Abin (Agência Brasileira de Inteligência) foi usada na defesa do senador Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ) no caso das “rachadinhas” de Fabrício Queiroz.

A denúncia do uso da máquina pública como se fosse bem particular ganha mais gravidade ao ser somatizada com a questão da vacina. Por isso as redes sociais exigiram hoje impeachment já levantando a hashtag #ImpeachmentDeBolsonaroUrgente.

“O povo é soberano, quando ele pede impeachment, é porque o governante só faz merda”, dizia há cinco anos Bolsonaro.

Portanto, Bolsonaro de 2015 pediria impeachment de Bolsonaro de 2020.

Que seja feita a vontade do presidente!

Doria reage a confisco de vacina por Bolsonaro

Parlamentares acionam PGR para investigar ajuda de Abin a Flávio Bolsonaro

Vacina versus armas de fogo