Vereadora de Curitiba testa positivo para covid e é internada às pressas

A vereadora Noemia Rocha, do MDB, de Curitiba, divulgou nota nesta quarta-feira (9) confirmando que testou positivo para a covid-19 e foi internada às pressas.

A parlamentar emedebista disse que apresentou um quadro de gripe, com febre, tosse, dores no corpo e vômito, buscou ajuda médica.

“Com o agravamento do quadro, fez uma tomografia que apresentou um comprometimento no pulmão”, diz a nota de esclarecimento, que ainda indicou o Hospital Vita como local de atendimento.

Segundo boletim médico, a vereadora curitibana está consciente, mas com oxigenação.

“No momento, seu quadro é estável e está se recuperando bem. Seu esposo também foi infectado, mas faz o tratamento em casa”, esclarece o gabinete da parlamentar do MDB.

Noemia Rocha tem ligações políticas como o ex-senador Roberto Requião.

A seguir, leia a íntegra da nota:

Nota de esclarecimento

Em resposta aos veículos de comunicação que têm nos procurado solicitando informações a respeito do quadro de saúde da vereadora Noemia Rocha, assim como os amigos, colaboradores e população em geral que estão torcendo pela sua recuperação, gostaríamos de atualizá-los sobre o ocorrido.

A parlamentar começou com um quadro de gripe, com febre, tosse, dores no corpo e vômito, buscou ajuda médica e foi diagnosticada com Covid-19. Com o agravamento do quadro, fez uma tomografia que apresentou um comprometimento no pulmão. Por este motivo, a equipe médica achou melhor fazer o internamento.

Noemia Rocha está sendo atendida no Hospital Vita, no quarto, consciente, mas com oxigenação. No momento, seu quadro é estável e está se recuperando bem. Seu esposo também foi infectado, mas faz o tratamento em casa.

Agradecemos imensamente pelo apoio de todos e contamos com suas orações.

LEIA TAMBÉM

  • Coronavírus: Vacina Sputnik V será testada em 40 mil moscovitas a partir desta quarta-feira
  • Testes da vacina da AstraZeneca contra Covid-19 são suspensos
  • General Chefe do Centro de Inteligência do Exército morre de Covid-19
  • Datena comemora vacina contra covid enquanto Bolsonaro prega a não obrigatoriedade da vacinação
  • “Não vai ter volta às aulas presenciais por causa da covid”, diz dirigente da CNTE
  • Requião: Lava Jato serve ‘prato requentado’ em operação contra advogado de Lula

    O ex-senador Roberto Requião (MDB-PR) afirmou nesta quarta-feira (9) que a força-tarefa Lato serviu um ‘prato requentado’ na operação que invadiu a casa e o escritório do advogado Cristiano Zanin Martins, defensor do ex-presidente Lula.

    “Lava Jato Rides Again!”, escreveu o emedebista. “Serve prato requentado da Fecomercio com pompa e circunstância!”, constatou o ex-senador.

    Para Requião, nada contra a necessária luta contra a corrupção. “Mas Zannin, pelo que me consta, já apresentou comprovação de serviços prestados”, disse.

    O advogado Cristiano Zanin Martins, em nota, afirmou que “A iniciativa de Bretas de autorizar a invasão da minha casa e do meu escritório de advocacia a pedido da Lava Jato somente pode ser entendida como mais uma clara tentativa de intimidação do Estado brasileiro”.

    A autorização da operação de hoje pela manhã foi do juiz Marcelo Bretas, bolsonarista de carteirinha, portanto um aliado do presidente Jair Bolsonaro.

    Segundo a Lava Jato, a ‘Operação E$quema S’ investiga desvios de pelo menos R$ 150 milhões do Sistema S do RJ por escritórios de advocacia no Rio e em São Paulo, para propinas a agentes públicos. A operação é baseada em uma delação premiada de Orlando Diniz, ex-presidente da Fecomércio.

    A operação da Lava Jato ocorre dois dias após o ex-presidente Lula fazer um pronunciamento à Nação, no 7 de Setembro, e se colocar como candidato à presidência em 2022. O Blog do Esmael não acredita em coincidências.