“Boulos é o novo Lula da política brasileira”, diz presidente da Paraná Pesquisas

Compartilhe agora

O presidente da Paraná Pesquisas, Murilo Hidalgo, disse ao Blog do Esmael nesta quinta (24) que o candidato do PSOL à Prefeitura de São Paulo, Guilherme Boulos, é o “novo Lula” da política brasileira.

Pelas suas sondagens realizadas em todo o País, Hidalgo tem repetido como se fosse um mantra que o PT “tem tudo para virar coadjuvante do PSOL e PCdoB, nestas eleições, nos grandes centros urbanos”.

“Com exceção de Recife, onde Marília Arraes está melhor colocada, a maior esperança petista nas capitais resume-se à candidatura de Benedita da Silva no Rio de Janeiro”, avaliou o presidente da Paraná Pesquisas.

Em 2016, o partido de Lula perdeu 60% das prefeituras que conquistara em 2012 e a expectativa para 2020 é ainda pior. Segundo Murilo Hidalgo, é evidente o declínio do PT nas eleições deste ano porque, de acordo com o presidente da Paraná Pequisas, o partido não lançou seus principais nomes na disputa pelas prefeituras.

“Boulos é o novo Lula”, repetiu o presidente da Paraná Pesquisas.

[Vídeo] PT pede apoio da população ao projeto “Mais Bolsa Família”

O Partido dos Trabalhadores está lançando uma plataforma digital para colher assinaturas pelo pedido de urgência para o projeto que aumenta o valor atual do Bolsa Família e inclui mais gente no programa.

A presidenta nacional do PT, deputada Gleisi Hoffmann, gravou um vídeo explicando os motivos do projeto. Confira:

Na plataforma o PT justifica a proposta:

“Depois que tiraram o PT do governo, a vida das pessoas mais humildes só piorou. Prometeram acabar com o desemprego, mas tem cada vez mais gente sem trabalho, sem carteira e sem direitos pelo Brasil afora. Por isso, o PT apresentou a proposta do Mais Bolsa Família. É o Projeto de Lei 4086/20, que está na Câmara dos Deputados desde 5 de agosto e precisa de muito apoio para ser aprovado e virar lei. É para aumentar o valor atual do Bolsa Família e incluir mais gente que precisa de apoio.”

Há também comparações com o atual governo:

A ideia do “Mais Bolsa Família” surgiu quando Bolsonaro desistiu de criar o seu “Renda Brasil”, após ser cerceado pelo ministro dos bancos, Paulo Guedes.
A iniciativa do PT é ótima, mas poderia ser mais ampla, trazendo os demais partidos da oposição junto nessa iniciativa e nA plataforma. Por que não unir forçaS e caminhar junto com os aliados?

Confira: http://maisbolsafamilia.pt.org.br/