Mário Frias toma posse em ato fechado com a presença de Bolsonaro

O secretário especial da Cultura, ex-ator Mario Frias, tomou posse no seu cargo ao lado do presidente Jair Bolsonaro e de outros políticos, como o vice-presidente, Hamilton Mourão, nesta terça-feira (30). Ele chamou a sua posse de “simbólica” em postagem no Instagram.

“Hoje na minha posse simbólica com todos os chefes de Estado e o presidente da República, Jair Messias Bolsonaro. Obrigado pela confiança, meu presidente”, escreveu Frias, nas redes sociais.

O ator tomou posse oficialmente no dia 23, em um evento fechado no Ministério do Turismo, substituindo Regina Duarte. Frias é o quinto nome a comandar a Cultura no governo do presidente Jair Bolsonaro. Antes dele e da atriz, passaram pela área Henrique Pires, Ricardo Braga e Roberto Alvim, este último exonerado após ter feito vídeo com referências nazistas em um discurso.

LEIA TAMBÉM:

Lava Jato gravou conversas de procuradores por ‘equívoco’

Datafolha: 49% dos brasileiros que receberam auxílio emergencial reprovam atuação do governo Bolsonaro na pandemia

ONGs denunciam governo Bolsonaro na ONU por violações de direitos humanos na pandemia

Mário Frias ganhou fama por trabalhar no seriado “Malhação” da Globo e em novelas da TV Record. O ator é um ativo militante bolsonarista nas redes sociais.

O governo de Bolsonaro paralisou o sistema estatal de Cultura do país e promove uma rasa e sectária “campanha ideológica” contra os artistas e agentes culturais.