O peladão do presidente, segundo a Folha

Deu o maior bafão a foto Mário Frias, seminu, no caderno “ilustrada” da Folha de S. Paulo desde sábado (29). A exposição das vergonhas do novo secretário Especial de Cultura, nomeado ontem (19), gerou protestos de apoiadores do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) e até mesmo de setores mais moderados.

“Vocês não acham moralista a Folha postar o Mário Frias pelado é uma sugestão homoerótica no título? Enfim. Não acho que a classe artística precisa de mais moralismo para ser defendida. A gente tem que criticar as coisas pelo que elas são”, escreveu Re Corrêa, cujo texto foi retuitado pelo ator José de Abreu.

O ex-global não deixou barato: “Fascista tem que ser tratado como fascista, o resto é passar pano. Sifudê!!”

Para a Folha, Frias é o peladão do presidente.

A jornalista Vera Magalhães, bolsonarista arrependida, criticou o jornalão paulistano. “A Folha que me desculpe, mas há milhares de formas e razões para criticar a indicação de Mário Frias para a Cultura, mas essa não é uma delas”, registrou. “Faz insinuação homofóbica, sexualiza o que não deve. E se fosse uma atriz nua? Sairia esse título? Não é assim que se ilumina o debate”, puxou a orelha. Vera trabalha no concorrente Estadão.

A Folha descreveu no edição de hoje a aproximação de Bolsonaro com Frias, mesmo o presidente estando “noivo” da atriz Regina Duarte. Ou seja, o jornal diz que Bolsonaro pulou a cerca pelo ex-galã de Malhação.

José de Abreu aproveitou a “viagem” pelo Twitter, hoje, para dar mais uma sabugada no presidente da Republica.

“Aqui na Nova Zelândia o Bolsonaro já renunciou e foi encontrar o Weintraub em Miami”, disparou o ator.

Veja os tuítes:

LEIA TAMBÉM