Regina Duarte ‘termina’ com Bolsonaro e deixa governo

O presidente Bolsonaro anunciou que a atriz Regina Duarte está deixando a secretaria de Cultura do Governo Federal.

Ele usou como desculpa a falta que Regina sente da família. Disse também que ela assumirá a Cinemateca em São Paulo.

“Regina Duarte relatou que sente falta de sua família, mas para que ela possa continuar contribuindo com o Governo e a Cultura Brasileira assumirá, em alguns dias, a Cinemateca em SP. Nos próximos dias, durante a transição, será mostrado o trabalho já realizado nos últimos 60 dias.” Escreveu Bolsonaro no Twitter.

No vídeo, eles brincam com a ‘fritura’ e falam da possível ida de Regina para a Cinemateca.

Mas todo mundo sabe que a atriz foi vítima de “fogo amigo” dos seguidores de Olavo de Carvalho. Ainda ontem, terça-feira, o Blog do Esmael a matéria abaixo:

Bolsonaro posta vídeo de Mário Frias e aumenta a ‘fritura’ de Regina Duarte

O presidente Jair Bolsonaro continua a fritura de Regina Duarte. Nesta terça-feira (19), ele compartilhou em seu perfil no Twitter um vídeo de uma entrevista do ator Mário Frias, no qual ele se coloca à disposição do presidente “para o que ele precisar”.

No vídeo, o ex-ator sugere ao presidente que tem vontade de assumir uma função na área cultural do governo Bolsonaro. “Pro Jair, cara, o que ele precisar eu tô aqui. Eu torço demais pra Regina, eu sou fã dela, mas pelo Brasil eu tô aqui, o que for preciso. Respeito o Jair demais, vejo o Brasil com chance de finalmente ser respeitado”, disse à CNN no começo de maio.

O ator, que começou a carreira no seriado Malhação da Rede Globo, é um defensor do bolsonarismo.

Bolsonaro colocou o vídeo em seu canal oficial no YouTube e também compartilhou em outras redes sociais, com a seguinte legenda: “Mario Frias e a Cultura”.

LEIA TAMBÉM
Ciro Gomes comanda ato online pelo impeachment de Bolsonaro; assista

Weintraub, ‘pato manco’, diz que vai ouvir os estudantes sobre o adiamento do Enem

General Pazuello ‘militariza’ o Ministério da Saúde

A publicação de Bolsonaro reforça as suspeitas de que Regina Duarte não vai continuar por muito tempo no cargo de secretária Especial da Cultura.

Grupos bolsonaristas continuam uma guerrilha nas redes sociais pela demissão imediata ex-atriz global.