‘Boogaloo boys’, movimento extremista de direita, cresce nos Estados Unidos

A mídia norte-americana tem chamado atenção para o movimento dos “boogaloo boys”, uma tribo urbana de extrema-direita nascida em redes sociais que têm provocado atos violência em diversas regiões do país.

Segundo o The Washington Post, o movimento ‘boogaloo’ tornou-se uma ameaça no mundo real nas últimas semanas, quando as autoridades federais acusaram alguns de seus apoiadores de procurar criar o caos em manifestações em sua maioria pacíficas.

Enquanto o presidente Donald Trump e outros altos funcionários afirmaram, com poucas provas, que grupos de esquerda encorajavam a violência, os promotores federais acusaram vários boogaloo boys de conspirar para incendiar uma instalação dos Serviços Florestais, preparando-se para usar explosivos em um protesto pacífico e matando um oficial de segurança, disse o jornal.

Além disso, os promotores do Texas argumentaram com sucesso perante um juiz no fim de semana que um suposto possuidor de drogas com laços com o movimento representa uma ameaça à comunidade porque suas postagens nas redes sociais advogam a violência contra membros da Guarda Nacional.

Estudiosos de grupos extremistas apontam que o Boogaloo é mais uma ideologia violenta antigovernamental do que um movimento formal.

De acordo com esses especialistas, eles não podem identificar um líder, sede ou estrutura de comando, apenas sites de redes sociais que variam de explicitamente violentos a simplesmente comerciais.

LEIA TAMBÉM:

Notícias ao vivo do Coronavírus: 50.617 mortes e 1.085.038 casos confirmados neste domingo, 21 de junho

Senado vota nesta terça-feira adiamento das eleições 2020

‘Fechado com Queiroz e Bolsonaro até 2026’

Mas a visibilidade de seus apoiadores nos recentes protestos, onde estiveram vestidos com camisas havaianas e armados com rifles de estilo militar, alarmou pesquisadores que vinham alertando há meses sobre o perigo representado por tais grupos, disse o Post.

Agora promotores federais na Califórnia, Texas, Nevada e Colorado parecem apoiar essas preocupações, apresentando uma série de acusações criminais contra os autodenominados adeptos do Boogaloo, cujas prisões foram frequentemente acompanhadas por apreensões de armas e explosivos.

Segundo o site Vox, o Boogaloo é um movimento antigovernamental solto que tem incluído alguns nacionalistas brancos interessados em incentivar a agitação civil para eventualmente provocar o colapso do sistema político, mas também inclui pessoas distantes desses círculos.

Devin Burghart, diretor do Institute for Human Rights Research and Education em Seattle, disse ao San Francisco Chronicle que o movimento acredita que uma guerra civil é iminente no país, e que se diferencia das outras milícias de direita pelo fato de seus membros serem mais jovens e mais propensos a recorrer à violência.

*Da Prensa Latina – Edição Blog do Esmael