STF garante a estados e municípios o poder de restringir a locomoção de pessoas

Publicado em 24 março, 2020
Compartilhe agora!

Marco aurélioO ministro Marco Aurélio Mello, do Supremo Tribunal Federal (STF), decidiu que governadores e prefeitos têm poderes para restringir locomoção de pessoas em estados e municípios para conter a pandemia de coronavírus.

Os governantes locais podem baixar medidas de validade temporária sobre isolamento, quarentena e restrição de locomoção por portos, aeroportos e rodovias. As medidas também podem ser tomadas pelo governo federal.

De acordo com Marco Aurélio, a Medida Provisória sobre o tema não impede estados e prefeituras de atuar.

“A disciplina decorrente da Medida Provisória nº 926/2020 não afasta a tomada de providências normativas e administrativas pelos Estados, Distrito Federal e Municípios”, escreveu o ministro.

A decisão é uma invertida no ímpeto ditatorial do presidente Bolsonaro, que sentiu-se diminuído ao perceber que os governadores e prefeitos estavam tomando a frente das medidas de combate ao Coronavírus. Menos mal.

Com informações do Jornal de Brasília.

LEIA TAMBÉM
Até Miriam Leitão, da Globo, ficou chocada com a MP 927

BB protege agronegócio antecipando ao produtor linhas de crédito da próxima safra

Bolsonaro suspende os efeitos da Lei de Acesso à Informação

Compartilhe agora!