Lula vai a Europa receber título em Paris e debater desigualdade em Genebra e Berlim

Publicado em 27 fevereiro, 2020
Compartilhe agora!

Após encontro com o Papa Francisco no Vaticano, ex-presidente vai debater desigualdade social no mundo em uma série de encontros internacionais. Foto: Nelson Almeida
O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva viaja à Europa na próxima semana para participar de agendas em Paris, Genebra e Berlim.

A viagem à França ocorre a convite da prefeita de Paris, Anne Hidalgo, para entrega do título de cidadão honorário da capital francesa a Lula. A honraria, concedida enquanto o ex-presidente ainda era mantido preso político em Curitiba, reconhece o legado de Lula no combate à miséria e sua luta contra a fome.

LEIA TAMBÉM:
Juíza que condenou Lula no ‘caso do sítio de Atibaia’ tem decisão anulada por Gilmar Mendes

Michelle Bachelet denunciou na ONU violações de direitos humanos no Brasil

Empresários bolsonaristas cogitam impulsionar vídeo com ataques ao Congresso Nacional

Em Paris, Lula deve se reunir com lideranças políticas, partidos, sindicatos e intelectuais franceses. Na terça-feira (3), o ex-presidente participa do Festival Lula Livre em Paris, no Teatro do Sol, às 19h30. O evento também vai contar com a presença da ex-presidenta Dilma Rousseff e de Fernando Haddad. As inscrições para participar do ato podem ser feitas pelo site.

Em visita a Genebra no dia 6, Lula se encontrará com representantes do Conselho Mundial das Igrejas (CMI), que congrega mais de 340 igrejas em mais de 120 países. Na pauta, o ex-presidente deve abordar a desigualdade social, tema central do encontro com o papa Francisco no Vaticano. Ainda na Suíça, o ex-presidente participa de encontro com representantes de sindicatos globais.

Já em Berlim, Lula vai se reunir com lideranças políticas e com representantes do movimento sindical alemão. No dia 9, o ex-presidente participa de Encontro em Defesa da Democracia no Brasil, ato público em que deve encontrar representantes dos comitês internacionais Lula Livre.

As informações são do site do Lula.

Compartilhe agora!