Bolsonaro diz que Sérgio Camargo assumirá a presidência da Fundação Cultural Palmares

Publicado em 13 fevereiro, 2020
Compartilhe agora!

Um dia após o Superior Tribunal de Justiça (STJ) liberar a nomeação de Sérgio Nascimento de Camargo para a presidência da Fundação Cultural Palmares, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) afirmou que o indicado é uma “excelente pessoa” e que ele assumirá suas funções no órgão.

“Ele volta pra lá [Fundação Cultural Palmares]”, disse Bolsonaro, na saída do Palácio da Alvorada. “Eu acho que o garoto que foi liberado ontem é uma excelente pessoa”.

LEIA TAMBÉM:
Marcelo Freixo responde a Sérgio Moro sobre enfrentamento às milícias; assista

Lula sobre fala de Guedes: “Essa gente não suporta nem a ascensão social dos mais pobres”

Agricultores pedem que STF acabe com isenção para agrotóxicos

O STJ suspendeu nesta quarta-feira (12) a liminar que impedia Camargo de assumir o cargo.

Na decisão, que acatou um recurso da Advocacia-Geral da União (AGU), o presidente do STJ, João Otávio de Noronha, afirmou que a liminar “a pretexto de fiscalizar a legalidade do ato administrativo, interferiu, de forma indevida, nos critérios eminentemente discricionários da nomeação, causando entraves ao exercício de atividade inerente ao Poder Executivo.”

Camargo, que teve a sua nomeação suspensa em dezembro do ano passado pela Justiça Federal do Ceará, nega a existência de racismo no Brasil. Ele já chegou a afirmar em suas redes sociais que a escravidão foi “benéfica para os descendentes” e que o movimento negro precisa ser “extinto”.

A Fundação Cultural Palmares é uma entidade vinculada à Secretaria Especial da Cultura responsável pela promoção da cultura afro-brasileira.

Com informações da Folha.

Compartilhe agora!