bolsonaro whatsapp 768x512

CPMI das ‘fake news’ identifica os principais robôs bolsonaristas do Whatsapp

A CPMI das ‘fake news’ conseguiu identificar as principais contas do Whatsapp responsáveis pelo maior número de disparos pro-Bolsonaro durante a campanha eleitoral de 2018.

O levantamento está sendo feito a partir de dados fornecidos pelo próprio Whatsapp. Segundo matéria do Portal UOL, 400 mil contas foram banidas por uso inapropriado durante a eleição. Dessas, 55 mil tinham comportamento anormal, com indício de serem operadas por robôs. E dentre essas, 24 respondem pela maior parte das mensagens disparadas em massa.

As linhas telefônicas identificadas são dos Estados Unidos, Vietnã, Inglaterra e Brasil. Mas todas foram operadas a partir de IPs localizados no Brasil

Com essas informações, a CPMI espera chegar aos responsáveis pelas linhas e desbaratar o esquema de mensagens que ajudou a eleger Bolsonaro, além de parlamentares e governadores.

Fica cada vez mais evidente que o esquema que elegeu Bolsonaro não tinha nada de espontâneo. Além das mensagens em massa serem ilegais, é preciso chegar aos financiadores dessa campanha. A uso de caixa 2 também é óbvio.

Tic, tac…

LEIA MAIS
Globo vê ‘risco concreto’ para Bolsonaro na CPMI das Fake News

CPMI das Fake News convoca representantes de Whatsapp, Google, Twitter e Facebook

Especialista em ‘fake news’ foge do Brasil após ameaças de bolsonaristas

As informações são do Portal UOL