O verdadeiro motivo que pode implodir a reforma da previdência

Publicado em 3 outubro, 2019
Compartilhe agora!

A velha mídia mente sobre os reais motivos da “rebelião” dos senadores, que ameaçam não votar o segundo turno da reforma da previdência.

Mais cedo o Blog do Esmael já registrou que a desavença tem a ver com ‘bufunfa’, ‘faz me rir’, ‘vil metal’, ‘emendas parlamentares’, ‘petróleo’, ‘dindim’, enfim, verbas públicas em troca do voto.

A Globo, Folha, Estadão, et caterva, anotaram hoje (3) que o desarranjo seria porque o Senado aprovou a manutenção do “abono salarial” para quem ganha até R$ 2 mil. Nada mais falso, como já explicamos ontem (2) em “Reforma da previdência: moça bonita não paga, mas também não leva”.

LEIA TAMBÉM
Bolsonaro lamenta o fim da aposentadoria dos brasileiros

Os senadores que traíram o povo na reforma da previdência; confira a lista

Caiu na rede o currículo “secreto” de Sérgio Moro; assista

O que pode realmente implodir a reforma da previdência é o calote que o ministro Paulo Guedes, com anuência do presidente Jair Bolsonaro (PSL), está dando nos congressistas.

Na Câmara, os deputados já sacaram que foram passados para trás. No Senado o temor é que os senis parlamentares também levem bolada nas costas.

Por derradeiro, é importante reafirmar o fetiche acerca da reforma da previdência. A “economia” que Bolsonaro jura que irá fazer não será destinada à saúde e à educação, como a velha mídia mentirosamente divulga. Pelo contrário. Esses “recursos” vão engordar os banqueiros com o pagamento dos juros da dívida interna.

Compartilhe agora!