Senado manobra com PEC paralela para não atrasar maldades da Previdência

Compartilhe agora!

A Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado está votando a PEC da Previdência nesta quarta-feira (4). Quaisquer mudanças no texto da PEC fariam com que a mesma voltasse para a Câmara dos Deputados. Por isso, os Senadores favoráveis à reforma estão manobrando com a proposição de uma PEC paralela.

A justificativa é incluir na “reforma” questões que ficaram de fora do projeto aprovado na Câmara, como a Previdência dos Estados e Municípios.

LEIA TAMBÉM
AO VIVO: CCJ Senado analisa relatório da PEC da Previdência

Deltan Dallagnol se lança candidato em 2022, revela Vaza Jato

Lava Jato cogitou derrotar Requião e Gleisi com candidatura de Deltan

A tal PEC paralela está sendo usado inclusive para tentar convencer os senadores de que algumas maldades serão aliviadas nessa “segunda reforma”, que remendaria a primeira.

Parece que o Senado vai se confirmando como uma casa que somente chancela o que a Câmara aprova. E os senadores mais sensíveis aos direitos dos trabalhadores vão caindo nessa.

Compartilhe agora!