gilmar mendes

Gilmar Mendes sobre procuradores da Lava Jato: “Que gente ordinária”

Durante a sessão de ontem (27) da segunda turma do Supremo Tribunal Federal, o ministro Gilmar Mendes reconheceu que a Corte foi cúmplice dos desvios de conduta dos procuradores da força-tarefa da Lava Jato.

“É um grande vexame e participamos disso. Somos cúmplices dessa gente. Homologamos delação. É altamente constrangedor. Todos nós que participamos disso temos que dizer ‘nós falhamos’, disse o ministro ao citar a reportagem do UOL que mostrou que integrantes da força-tarefa ironizaram as mortes de familiares do ex-presidente Lula.

LEIA TAMBÉM:
STF já tem elementos para anular outras sentenças de Moro

Pimenta: Procuradores da Lava Jato são uma quadrilha de seres perversos

Supremo anula a 1ª sentença de Moro; onde passa um boi…

“A República de Curitiba nada tem de republicana, era uma ditadura completa. (…) Assumiram papel de imperadores absolutos. Gente com uma mente muito obscura. (…) Que gente ordinária, se achavam soberanos”, completou.

Com informações do JOTA.