Por Esmael Morais

Presidente da CUT visita Lula e reforça manifestação em Curitiba

Publicado em 29/05/2019

O presidente nacional da Central Única dos Trabalhadores (CUT), Vagner Freitas, visitará o ex-presidente Lula nesta quinta-feira (30) e reforçará a manifestação da educação em Curitiba.

Será a terceira visita de Vagner Freitas ao ex-presidente. Ele irá acompanhado de Stanley Arthur Gacek, diretor de Relações Internacionais da UFCW, entidade que representa 1,3 milhão de trabalhadores dos EUA e Canadá

Lula é mantido preso político há 415 dias na sede da Superintendência da Polícia Federal na capital paranaense.

LEIA TAMBÉM
Estudantes, professores e técnicos fazem greve na UnB nesta quinta

Dessa vez, o presidente da CUT irá acompanhado de Stanley Arthur Gacek, diretor de Relações Internacionais da UFCW (Federação Norte-Americana dos Comerciários e dos Trabalhadores da Indústria Alimentícia), entidade que representa 1,3 milhão de trabalhadores dos EUA e Canadá. Gacek, que é amigo de Lula desde 1981, também integra a AFL-CIO (Federação Americana do Trabalho e Congresso de Organizações Industriais), maior central sindical dos Estados Unidos com 12,5 milhões de trabalhadores filiados.

A primeira visita de Vagner Freitas ao ex-presidente foi em *14 de junho de 2018*, quando levou carta de apoio das centrais sindicais ao então candidato petista à Presidência da República. Lula foi impedido de disputar as eleições.

A segunda visita foi em *9 de agosto*. À ocasião, Vagner foi acompanhado da secretária-geral da CSI (Confederação Sindical Internacional), Sharan Burrow. A entidade representa mais de 180 milhões de trabalhadores de 161 países dos cinco continente

Vagner Freitas participará das manifestações contra os cortes de investimentos na Educação e a reforma da Previdência marcadas para esta quinta-feira (30), em Curitiba, após a visita ao ex-presidente Lula.