Por Esmael Morais

Defesa de Lula teme julgamento no STJ sem citação prévia

Publicado em 26/03/2019

A defesa do ex-presidente Lula teme não ser citada previamente, como diz a lei, antes do julgamento do recurso do tríplex no Superior Tribunal de Justiça (STJ).

A previsão é que a corte examine nesta terça-feira (26) o recurso do petista que traz dois fatos novos. A saber: 1- acordo da Petrobras com os Estados Unidos colocam a estatal na condição de ré e não vítima e 2- processo trabalhista da OAS de que a empresa pagou 6 milhões de reais para ajustar depoimento de delatores.

LEIA TAMBÉM
Bolsonaro pode dar golpe para fechar Congresso e Supremo, diz Capelli

O recurso de Lula diz respeito ao tríplex fake que a lava jato — leia-se a dupla Deltan Dallagnol e Sérgio Moro — atribuiu ao ex-presidente da República.

Segundo a defesa do ex-presidente Lula, a citação deveria ocorrer ao menos cinco dias antes do julgamento no STJ em homenagem ao princípio da não surpresa.