Veja por que Bolsonaro quer instalar base militar dos EUA no Brasil

Foto do Grafite do artista brasileiro Yuri Sousa, conhecido como Bad Boy Preto.

O ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo, confirmou que o presidente Jair Bolsonaro (PSL) pretende instalar base militar dos Estados Unidos em solo brasileiro.

A declaração do chanceler brasileiro ocorreu durante encontro do Grupo de Lima – bloco de países latino-americanos que monitoram a crise na Venezuela.

LEIA TAMBÉM
Metalúrgico formado em engenharia pelo FIES entrega diploma para Lula assinar

“O presidente não exclui esse tipo de possibilidade. Temos todo interesse em aumentar a cooperação com EUA em todas as áreas. Isso é algo que tem que ser conversado. Não haveria problema na questão de uma presença desse tipo”, garantiu Araújo.

Um dos motivos que estimulam o governo Bolsonaro a implantar a base militar dos EUA na “Pátria Amada Brasil” seria o combate ao “socialismo” e à URSAL (União das Repúblicas Socialistas da América Latina).

A existência da URSAL veio à tona pela primeira vez durante a campanha presidencial. Coube ao candidato Cabo Daciolo (Patriota) revelar à Nação o conglomerado socialista abaixo da Linha do Equador.

Ainda nessa linha de “depuração ideológica” do Brasil e do combate ao “marxismo cultural”, o governo Bolsonaro estuda voltar a capital federal para o Rio de Janeiro. Os novos mandatários têm urticária quando se lembram que Brasília, atual Distrito Federal, foi concebida pelo arquiteto comunista Oscar Niemeyer.

O senador Roberto Requião (MDB-PR), ex-presidente da Comissão de Relações Exteriores do Senado e ex-presidente do ParlaSul, o parlamento do Mercosul, não tem dúvidas de que o governo de Bolsonaro é formado por “malucos” e fundamentalistas.

“Quanto tempo dura?”, pergunta o parlamentar em seu Twitter.

Assista ao vídeo:

Comentários encerrados.