OEA lamenta saída de Jean Wyllys do Brasil

Publicado em 24 janeiro, 2019
Compartilhe agora!

A Comissão Interamericana de Direitos Humanos (CIDH), da Organização dos Estados Americanos (OEA), lamentou nesta quinta-feira (24), por meio do Twitter, a saída do deputado federal Jean Wyllys (PSOL) do Brasil.

LEIA TAMBÉM: 

Gleisi Hoffmann e Márcio Macedo visitam Lula; assista

“A CIDH lamenta profundamente que o deputado federal @jeanwyllys_real tenha que deixar #Brasil. O único parlamentar LGBTI do país é o beneficiário de medidas cautelares do #CIDH para a proteção de sua integridade física e sua vida”, escreveu na rede social Antonia Urrejola, comissária da Assembleia Geral da OEA. 

Em novembro do ano passado, a CIDH havia solicitado que o governo brasileiro tomasse medidas para proteger a vida do deputado do PSOL.  

Jean Wyllys afirmou nesta quinta-feira (24) que vai abrir mão do mandato de deputado federal e deixar o Brasil porque vem sofrendo ameaça de morte. 

Com informações do Uol

Compartilhe agora!