Por Esmael Morais

Moro é questionado em supermercado por ser tigrão com o PT e tchutchuca com a turma de Bolsonaro; assista

Publicado em 09/01/2019

O ex-juiz e ministro da Justiça, Sergio Moro, foi alvo de questionamentos em um supermercado de Brasília sobre o porquê de não ter se manifestado até agora sobre o caso de Fabrício Queiroz, ex-assessor do senador eleito Flávio Bolsonaro (PSL-RJ), filho do presidente Jair Bolsonaro (PSL).

LEIA TAMBÉM:
Globo vai abrir espaço para oposição a Bolsonaro

“Por que o Queiroz não é pauta? A roubalheira do PT é pauta, mas a do PSL, do Queiroz não é pauta do governo? Ele não pode falar sobre isso?”, questiona o autor do vídeo.

“Você está sendo desagradável e mal-educado com todo mundo aqui”, disse Moro ao homem que o indagava.

Ah, por favor. Os áudios vazados da Dilma você não foi mal-educado, né? Agora você tem que ficar pianinho, caladinho”, respondeu o homem.

Nesta terça (8), o Bolsonaro determinou que a Polícia Federal (PF) reforce a segurança pessoal de Moro.

Assista ao vídeo: