Nunca existiu ‘kit gay’; confirma TSE

Publicado em 16 outubro, 2018
Compartilhe agora!

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) determinou nesta segunda-feira (14) a remoção de vídeos em que Jair Bolsonaro (PSL) espalhava a mentira sobre o suposto kit gay. O material não existe e nunca existiu como comprova a sentença.

No vídeo, o candidato da extrema direita mostrava um livro chamado “Aparelho Sexual e Cia” afirmando que o material foi distribuído nas escolas, o que é mentira.

Com a decisão, “o coiso” está proibido de falar em kit gay.

Segundo a decisão do Tribunal, “o próprio Ministério da Educação já registrou, em diferentes oportunidades, que a publicação em questão não integra a base de livros didáticos distribuídos ou recomendados pelo Governo federal.”

A sentença afirma ainda que “assim, a difusão da informação equivocada de que o livro em questão teria sido distribuído pelo MEC (…) gera desinformação no período eleitoral, com prejuízo ao debate político, o que recomenda a remoção dos conteúdos com tal teor”.

Leia aqui a íntegra da decisão.

Compartilhe agora!